• Após dois anos sendo realizado de forma online, por conta das restrições da pandemia da Covid-19, o FELINO – Festival de Artes do Litoral Norte retorna em sua 5ª edição com atividades presenciais gratuitas. As apresentações de artistas locais, de diversas modalidades artísticas, serão realizadas nas cidades de São Sebastião, Ilhabela, Caraguatatuba e Ubatuba, com curadoria da Associação Felino – Frente de Educação e Cultura do Litoral Norte, que desenvolve projetos culturais, educacionais e artísticos, com o objetivo de fomento à produção cultural regional, intercâmbio cultural, fortalecimento e valorização dos traços culturais regionais e democratização do acesso aos bens culturais do Litoral Norte paulista.

    O festival foi criado com o objetivo de fomentar o cenário artístico da região, levando cultura e arte para toda a população de forma descentralizada e com acesso gratuito. O FELINO já recebeu artistas do Brasil, Argentina, Chile, Colômbia e Espanha, de grande renome, destacando a qualidade artística e relevância do evento.

    Segundo Luciano Draetta, diretor artístico e produtor do projeto, o festival já se consagrou no imaginário dos moradores e dos artistas, e se confirma enquanto ferramenta de construção de política cultural. “Trata-se de uma iniciativa independente de caráter associativo e cooperativo, que, em diálogo com as administrações e gestores municipais de cultura e com as trabalhadoras e trabalhadores das artes, promove e assegura o direito de acesso e democratização dos bens culturais”, afirma.

    O FELINO terá início no dia 15 de agosto e se estenderá com programação diversificada até o dia 04 de setembro, em diferentes espaços culturais das cidades do Litoral Norte paulista. O festival é financiado com recursos do Edital “Programa de Fomento Cultural de São Sebastião 2021” da Fundação Educacional e Cultural de São Sebastião “Deodato Sant’Anna” – Fundass.

    Sobre o Festival FELINO

    O Festival FELINO é realizado nas cidades do Litoral Norte paulista desde 2019, promovendo a integração entre artistas locais, nacionais e internacionais, como forma de potencializar a promoção de atividades culturais na região e oferecer acesso à população a uma diversa programação artística, de forma gratuita. O festival teve três edições dedicadas exclusivamente à valorização e fortalecimento da negritude, com apresentações de artistas negros. Em 2020 e 2021, o evento foi totalmente online, por conta das restrições da pandemia da COVID-19 e, neste ano de 2022, retorna com as atividades de forma presencial.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.