• Marcello Veríssimo

    Um dos candidatos a deputado federal mais jovem que o Litoral Norte já teve. Esse é Leonardo Alex dos Santos, 28, que nasceu e cresceu em Caraguatatuba, cidade pela qual nutre grande amor e quer trabalhar por seu desenvolvimento e qualidade de vida. “Nasci, me criei e nunca saí daqui”, diz ele, que é apontado como o candidato a deputado federal mais jovem da história do Litoral Norte, e disputa sua primeira eleição para deputado federal ao lado do experiente Neto Bota, que foi confirmado como candidato a deputado estadual pelo Progressistas.

    Inteligente, trabalhador, esforçado, Leonardo é professor de educação básica, concursado e atualmente segue trabalhando em sua profissão. Graduado em pedagogia pelo Centro Universitário Módulo, tem pós-graduação em gestão escolar e psicopedagogia institucional, também é mestre em Educação pela Universidade de Taubaté. “Sou professor há 8 anos e nunca ocupei um cargo comissionado, inclusive quando me perguntam pela oportunidade de sair candidato a deputado federal direto, sem nem antes me candidatar a vereador, respondo que política não é carreira”. “Carreira é quando você progride dentro da sua área. É importante participarmos politicamente de acordo com nossos princípios, com nossos desejos, com aquilo que temos vontade de mudar”, explica o candidato.

    Audacioso, ele diz que mais do que a voz do Litoral Norte quer ser o representante da região na Câmara dos Deputados. “Não somente isso, mas mais do que isso temos um projeto voltado à educação”, destaca Leonardo, que também se define como um ativista pela educação. “Agora que as candidaturas foram confirmadas, o que mais vemos são candidatos dizendo que precisam ser o representante do litoral para trazer emendas à região, como se um deputado fizesse somente isso, ou seja, muitos querem entrar sem ter ao menos um projeto prometendo somente emendas”, ele analisa.

    Em seu vídeo de apresentação que está disponível no YouTube, que já ultrapassa 1,7 mil visualizações, o professor destaca que sempre foi aluno de escolas públicas e a importância de existir um representante da educação no Congresso para “cuidar de todos os processos educacionais”, diz ele, que fala com conhecimento de causa e aponta os problemas da área no país, como a desvalorização constante dos profissionais que atuam dentro do ambiente escolar.

    Propostas – Com a mente jovem, o professor defende com propriedade sua plataforma de campanha e aposta em seu investimento na educação como diferencial. Entre suas ideias, Leonardo diz que pretende criar o ensino de educação financeira e noções de direito nas escolas. “Existe um dado que 90% dos alunos que concluem o ensino médio no Estado de São Paulo não sabem fazer porcentagem”. “Quando o aluno consegue aprender alguma coisa existem uma série de empecilhos que dificultam essa aprendizagem, seja fome, indisciplina na sala de aula”.

    De acordo com o candidato, essa defasagem no aprendizado ocasiona problemas futuros que podem atrapalhar a vida profissional. “Quando esse aluno se forma ele vai para o mercado de trabalho sem conhecimentos primários, como o que é uma taxa Selic, então se faz urgente e necessário a aplicação da educação financeira nas escolas, além das noções de direito, já que muitas pessoas não sabem nem o que faz um deputado, é importante que os alunos saiam da escola com essa compreensão”.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.