• Marcello Veríssimo

    A Polícia Civil de São Paulo divulgou nesta segunda-feira a lista dos criminosos mais procurados no estado. De acordo com a polícia, os 16 criminosos mais perigosos são acusados de tráfico de drogas e homicídio, crimes de alta periculosidade e grande repercussão. A polícia informou que há recompensas para quem fornecer informações sobre o paradeiros de alguns dos procurados.

    Estão na lista nomes como André de Oliveira Macedo, o André do Rap, que é apontado como um dos líderes da organização criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), que atua dentro e fora dos presídios paulistas. Andre, inclusive, seria ligado à máfia italiana “Ndrangheta”, uma das maiores organizações criminosas do mundo.
    De acordo com a Polícia Civil, André foi preso, mas em outubro de 2020, conseguiu um Habeas Corpus e foi colocado em liberdade. Dois dias depois, o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) na época, Luiz Fux, determinou novamente sua prisão. Porém, ‘Rap’ fugiu e é considerado foragido desde então.

    Do Pó – Única mulher da lista, Sonia Aparecida Rossi, a Maria do Pó, é uma traficante especializada em cocaína. Em 2000, ela foi a primeira mulher a ser detida na Casa de Custódia de Taubaté, um presídio masculino, onde foi criado o PCC.

    O Programa Estadual de Recompensa oferece R$5 mil por informações sobre o paradeiro de Maria do Pó, que está foragida desde 2006.

    Matou a própria filha – Horácio Nazareno Lucas é procurado pelo assassinato de sua própria filha, Letícia Tanzi, em outubro de 2018, na época a menina tinha 13 anos de idade.

    Dois dias depois de sair da cadeia foi até a filha para pedir que ela retirasse uma acusação de abuso sexual contra ele. A menina se recusou e Nazareno a atacou a facadas.

    Confira a lista completa:

    André do RAP – 44 anos – Traficante apontado como um dos chefes do Primeiro Comando da Capital (PCC).

    Sonia Aparecida Rossi – 61 anos – Conhecida como a Maria do Pó é tida como a traficante mais famosa do Brasil. Condenada a mais de 50 anos de prisão pela comercialização de grandes quantidades de drogas é ligada ao PCC. Polícia oferece R$ 5 mil a informações que levem a sua captura.

    Caio Rodrigues – 26 anos – É procurado por ter assassinado um jovem em 2013, no estacionamento do McDonalds após uma briga, na zona oeste de São Paulo. A Polícia Civil oferece recompensa de R$ 2.500 a denúncia que leve a sua prisão.

    Ricardo Vieira Diniz – 30 anos – Participação no sequestro, tortura e homicídio da policial militar Juliane dos Santos Duarte. O crime ocorreu entre os dias 2 a 6 de agosto de 2018, na comunidade de Paraisópolis, zona sul de São Paulo.

    Marcos Guerreiro – 47 anos – Acusado de matar em 2013 uma militante do MST e de estuprar sua filha, de 11 anos.

    Horácio Lazareno– 32 anos – Acusado de matar a própria filha, Letícia Tanzi, após deixar a prisão, no dia 3 de outubro de 2018, em São Roque. Sua cunhada havia o denunciado por estupro, ao sair da cadeia para responder em liberdade, foi denunciado pela filha e a matou a facadas.

    Cícero Oliveira Dos Santos (Nego) – 43 anos – É acusado de assassinar, em 2007, um delegado aposentado da Polícia Civil e seus dois filhos. Considerado “extremamente perigoso”.

    Fabrício Pazini Aguiar Sousa– 26 anos – Acusado de realizar extorsão mediante sequestro.

    Wellington Rodrigues Ferreira Oliveira (Gordo)– 45 anos – É procurado por roubo, homicídio e por organizar motins dentro de presídios. O criminoso tem 1,79 m de altura, pele branca, olhos e cabelos castanhos e se destaca com tatuagens de duende e mago no braço direito, além de uma tatuagem de cão da raça Rottweiller e letras orientais no braço esquerdo.

    Willian Gaona Becerra – 51 anos – O criminoso argentino era integrante da quadrilha de Maurício Hernandez Norambuena, que em 2001 sequestrou o publicitário Washington Olivetto, em São Paulo.

    Marco Rodolfo Rodrigues Ortega– 44 anos – criminoso chileno era integrante da quadrilha de Maurício Hernandez Norambuena, que em 2001 sequestrou o publicitário Washington Olivetto, em São Paulo. Willian fugiu da prisão em 2010.

    Luis Marcos De Medeiros (Marcão) – 59 anos – Suspeito de participar de roubo a transportadoras em 1993 e aos bancos Real e Nacional, em 1996. Em 2005, foi apontado como participante de um roubo à empresa Nestlé. Tem um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça.

    Sandoval Amadeu Lopes – 34 anos – Condenado por homicídio duplamente qualificado, ocorrido no ano de 2011, no município de Santo André.

    Diego Fernando Mendes – 37 anos – Condenado a 20 anos de prisão pelo assassinato de um engenheiro em 2006, na cidade de Campinas.

    Walter Lima Nascimento – 42 anos – Traficante condenado a 20 anos e 5 meses de detenção, considerado braço direito de chefes do PCC.

    Marcos Roberto de Almeida – 52 anos – Já foi considerado o “número” do PCC nas ruas, mas foi excluído da facção. Ele é procurado por organização Criminosa e lavagem de bens e valores da capital por integrar organização criminosa.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.