• Marcello Veríssimo

    Uma fila de dobrar o quarteirão. Quem chegou para assistir a Palestra de Inteligência Emocional com o Coaching Edgar Salles, da equipe do Instituto Polozi Vida Plena, no Império Buffet Gourmet, nesta quinta-feira (18), no bairro Sumaré, em Caraguatatuba, em um primeiro momento teve vontade de desistir e ir embora. Para entrar na palestra, bastava doar 1 quilo de alimento não perecível, foram arrecadados 373 quilos de alimentos, que serão repassados a Apae do município.

    Mas a fila faz parte do show. O salão ficou lotado, muitas pessoas ficaram frustradas pela ausência do Master Coaching, que tem 271 mil seguidores no Instagram, mas após o início todos entraram no flow e se entregaram ao conteúdo e a importância do tema, bastante relevante na atualidade. Polozi apareceu, em vídeo, no início do encontro e falou aos participantes.

    O coaching, Eduardo Salles, chegou colocando em xeque uma questão aos participantes.”O que te impede de atingir seus objetivos hoje?”, ele perguntou. O público, bastante participativo, respondeu dizendo o que cada um achava como procrastinação, medo, preguiça, entre outras crenças limitantes.

    Crenças limitantes, sentimento de capacidade e incapacidade. Esse foi justamente o fio condutor da palestra, que durou aproximadamente duas horas. “A maior parte das nossas crenças são inconscientes. As crenças são determinantes para os nossos resultados de vida”, explicou Edgard. “Não adianta nada você trabalhar mais para ganhar dinheiro, se você passa a gastar mais dinheiro e não muda suas crenças”.

    A mudança de crenças, na visão do coaching, é fundamental para o sucesso de vida. “A pessoa não assume sua parcela de culpa pelos resultados na sua vida. Todo mundo é culpado, mas a pessoa não percebe que quem é culpada é ela mesmo”.

    Na esteira do comportamento humano, o coaching propôs uma série de reflexões como a crença de que ganhar dinheiro é difícil, eu sou assim e ninguém vai me mudar. Como a maioria dos coachings, a palestra abordou a PNL (Programação Neurolinguística), física quântica, entre outras temas ligados a mente humana. “Acreditem! As pessoas que mais precisam se desenvolver são aquelas que dizem que nasceram assim e vão morrer desse jeito”, ele analisa.

    Para mudar as crenças, o coaching disse que é preciso esforço e que sozinho não é possível. “É preciso fazer escolhas, investir no seu desenvolvimento pessoal, mudar a sua mentalidade, parar de dar desculpas e focar em suas prioridades”, disse Polozi, em vídeo, incentivando a reprogramação de crenças. “Se você quiser mudar sua vida de fato, não adianta só mudar o que está fora, tem que mudar as suas crenças”.

    Mudança – Toda comunicação invariavelmente vai produzir um estado. Esse é o fundamento que, para o coaching, faz a diferença na vida. “Todo estado que me encontro vai produzir os meus comportamentos, que determinam as minhas crenças. Toda crença vai produzir os meus resultados”.

    De acordo com o coaching, se quiser mudar suas crenças é preciso mudar sua comunicação. “Aonde você tem resultados negativos é que você está se comunicando mal, olhe para a sua vida, você é a única pessoa responsável pelas suas conquistas. Qualquer coisa que você quer mudar na sua vida, tem que começar mudando a sua comunicação. Diga para o seu cérebro que você está feliz”, ensina o coaching. “Quanto mais a gente colabora com a vida das pessoas, mais a gente tem retorno”.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.