• A obra Flores 2, do artista plástico Marcos Akasaki, de São José do Rio Preto, foi a vencedora do troféu Waldemar Belisário na 44ª edição do Salões de Artes Plásticas Waldemar Belisário aberto oficialmente na noite da última sexta-feira (26), pelo Prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci.  O artista, que também é radicado em São Paulo, elogiou o evento de Ilhabela. “Participo de vários salões de artes plásticas em muitos lugares, mas nunca vi um tão organizado como esse em Ilhabela”, afirmou.

    A cerimônia, realizada no Centro Cultural Waldemar Belisário, na Vila, contou com a presença de diversas autoridades e foi ambientada com diversas atrações culturais, como o pianista Renan Grimaldi, a Orquestra Popular de Ilhabela e a Camerata de Cordas. “O Salão de Artes Plásticas Waldemar Belisário é um evento muito importante para nosso município e um espaço para valorizar ainda mais a arte e a cultura”, ressaltou o prefeito.

    O evento é uma realização da Prefeitura, por meio a Secretaria de Cultura e da Fundação Arte e Cultura de Ilhabela – Fundaci.  Este ano foram mais de 200 inscrições oriundas de vários estados brasileiros. Foram premiadas as três melhores obras das categorias pintura, desenho, fotografia, escultura, gravura, técnica mista e infanto-juvenil, além do campeão troféu Waldemar Belisário.

    As obras vencedoras e as selecionadas podem ser conferidas na exposição que segue até o dia 25 de setembro no Centro Cultural Waldemar Belisário, na Vila. Também prestigiaram o evento o secretário Municipal da Cultura, Marquinhos Guti, o secretário Adjunto de Cultura, Alexandre Baptista, o secretário executivo da Fundaci, Jefferson de Jesus – Maestro Jota, entre outras autoridades.

    Além das Obras premiadas, a Fundaci também adquiriu três obras para o acervo, Afro Brasil, de Maria gorete Viniere; Skate, de Sergio Mancini; e Tocando para os Elphos, de Edson Portinho, selecionadas pelo corpo de jurados composto por Odair Jorge Demarchi, Rosângela de Jesus Vaz de Lima e Patrícia Alexandra Scalon de Almeida, na presença da Comissão Organizadora da Fundaci.

     

    Confira as obras premiadas no 44º Salão de Artes Plásticas Waldemar Belisário

     

    Pintura

    Ouro – O Tigre, de Edilaine Cruz

    Prata – Bailarinas, de Katia Zirnberger

    Bronze – Paulo Tosta

    Desenho

    Ouro – O lugar do Crânio de Adão, de Luiz Alberto de Genaro

    Prata – Disparate Trágico, de Márcio Pannuzio

    Bronze – Jacarandá em risco de extinção, de Daniel Rasello

     

    Fotografia

    Ouro – Dando as Caras, de Cristina David

    Prata – Água, de Marina Zaguini

    Bronze – viva São Benedito, de Iris Mingrone

    Escultura

    Ouro – Veve, de Daniela Aquino

    Prata – São João, de Silvana Beraldo

    Bronze – Ilhavela, de Fábio Amadeu

    Gravura

    Ouro – Sincretismo: Fé Cega, Faca Amolada, de Omar Jee

    Prata – Baila Comigo, de Rosane Viegas

    Bronze – Maresias, de Ailton Lima

    Técnica Mista

    Ouro – Árvore Seca, de Marilú Trevisan

    Prata – Os opostos não se atraem, de Pedro Santana

    Bronze – Obstáculo Industrial II, de Ana Kawajiri

    Infanto-Juvenil

    Ouro – Três Irmãozinhos, de Isadora Alcolea

    Prata – Capitain José Lotina, de Victória Alcolea

    Bronze – Sob as águas, de Isabella Pontes

    Campeão Troféu Waldemar Belisário – As Flores 2, de Marcos Akasaki

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.