• Marcello Veríssimo

    O time de vela Cavendish/Marinha do Brasil/ Massucato Reabilitação já está nos Estados Unidos rumo ao Campeonato Mundial da Classe Star, que acontece entre os dias 8 e 17 deste mês, em Marblehead, Boston, no estado de Massachusetts.

    Com essa participação, o velejador de São Sebastião, Ubiratan Mattos, e o niteroiense Antônio Moreira novamente conseguem uma grande marca. São a única dupla brasileira na raia do Mundial da Star em 2022. Além deles, o campeonato tem a participação dos proeiros brasileiros Bruno Prada, Pedro Bolder, Samuel Gonçalo e Arthur Lopes, que estão correndo as regatas em dupla com proeiros estrangeiros.

    Ubiratan Mattos, conhecido por Bira, falou com exclusividade à reportagem JDL ontem direito da divisa da Carolina do Norte com a Carolina do Sul, após percorrer 1.100km. O trajeto total até a cidade de Marblehead é de 2.400km. “A previsão é de chegarmos no final desta sexta-feira”, diz Bira, que veleja há 25 anos.

    Os velejadores brasileiros chegam e não perdem tempo indo direto para a água. Neste sábado (3), Mattos e Moreira preparam o barco para a partir de domingo começarem os treinos na raia North.

    O Eastern Yacht Club, situado em Marblehead, Massachusetts, uma cidade fundada em 1628 na costa norte de Boston, é um dos mais antigos e notáveis ​​clubes de iates privados da América e do mundo.

    Fundado em 1870 por um grupo de empresários de Boston que se uniram para desenvolver sua paixão pela vela, o clube está prosperando mais de 150 anos depois. De acordo com Bira Mattos, dadas as devidas proporções o clube guarda semelhanças com o Yacht Club de Ilhabela e a raia do Canal de São Sebastião.

    Assim como no arquipélago, o Eastern possui uma instalação elegante, descontraída e agradável para novas gerações de membros e convidados.

    One thought on “Velejadores brasileiros já estão nos Estados Unidos para o Mundial da Classe Star em Marblehead”

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.