• A Prefeitura de São Sebastião, por meio da Fundação Educacional e Cultural “Deodato Sant’Anna” (FUNDASS) informa que nesta terça-feira (06) foi recuperada uma rara imagem de arte sacra, roubada em 1994 do Convento Nossa Senhora do Amparo, patrimônio histórico nacional, localizado no bairro São Francisco.

    Segundo a historiadora e pedagoga municipal, Fernanda Palumbo, a peça devolvida à comunidade de São Sebastião é um busto relicário de barro cozido e policromado do século XVII. O autor é o Mestre de Angra dos Reis, provavelmente um frei franciscano que atuou fazendo imagens para os conventos do Rio de Janeiro e de São Paulo até 1661. O busto tem um relicário no peito, onde era guardado alguma relíquia do santo, como pedaço do osso, cabelo ou roupa.

    Ainda de acordo com a historiadora, trata-se de um santo doutor, ou evangelista, registrado pelo fotógrafo alemão, Germano Graeser do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), em 1940, e as imagens de barro são raras, feitas para as comunidades pobres, que não tinham recursos para comprar peças de Portugal a época. A imagem ficava na sacristia do Convento Nossa Senhora do Amparo, construção de 1658, de onde foi roubada, com outros três bustos, em fevereiro de 1994.

    “Em 2013 surgiram notícias de que as peças estariam em uma coleção particular, na cidade de São Paulo, por isso comecei a divulgar o roubo, entre pesquisadores de arte sacra, resultando na devolução. Estamos em contato frequente com a Igreja Católica para salvaguardar esse importante patrimônio do bairro São Francisco e pretendemos continuar as pesquisas para recuperar outras peças religiosas, com apoio da comunidade sebastianense, igreja e do prefeito Felipe Augusto que entende a importância desse patrimônio histórico e cultural sebastianense”, afirmou Fernanda Palumbo.

    A arte sacra foi recuperada em São Paulo, nesta terça-feira (06) e está no gabinete municipal para projeto de restauro e proteção, em acordo com a igreja.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.