• Marcello Veríssimo

    O surfista de Ubatuba Filipe Toledo venceu nesta quinta-feira (8) a final da etapa de Lower Trestles, na Califórnia, Estados Unidos, o WSL Finals. Com a vitória ele conquista o primeiro título mundial na sua carreira. Toledo venceu o compatriota Ítalo Ferreira, que também já foi campeão mundial.

    Com esse título, Filipinho Toledo conquista um feito inédito na “Brazilian Storm”. Ele garantiu ao Brasil o Hexacampeonato mundial de surfe na história, desde 2014, quando Medina ganhou pela primeira vez. Aliás, o surfista de Ubatuba repetiu o feito de Gabriel Medina, que é tricampeão mundial, vencendo inclusive no ano passado, ocasião em que Felipe também estava na disputa.

    Ontem, Filipe Toledo travou uma disputa acirrada com Ítalo e, na última bateria, conseguiu o tão sonhado título mundial. Ele venceu as duas primeiras baterias e não precisou de uma terceira para levantar o troféu.

    Com a vitória, Toledo é o mais novo brasileiro a ser coroado rei do surfe. Já havia ficado entre os quatro melhores do mundo nas últimas três temporadas.

    A consagração veio aos 27 anos, após nove temporadas na elite do surfe mundial, e foi bastante elogiada pela imprensa especializada.

    O surfista de Ubatuba fez a melhor temporada da carreira e dominou o circuito durante toda a campanha. Foi campeão em Bells Beach e Saquarema, este com direito a um 10 na final.

    Nesta quinta-feira, as notas foram lado a lado, simultâneas. Filipinho fez 15,13 a 14,97 na primeira bateria, com emoção até o último minuto.

    Na segunda, a decisiva, o placar foi de 16,50 a 14,93, com uma onda surfada pelos dois ao mesmo tempo, cada um para um lado, que definiu o confronto com Toledo conquistando o título.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.