• O governador Rodrigo Garcia anunciou na sexta-feira (9), na capital, a contratação de 3,5 mil policiais civis e técnico-científicos. Esse é o maior concurso público da história da Polícia Civil de São Paulo. O autorizo para contratação foi publicado no mesmo dia no Diário Oficial do Estado.

    “O Governo de SP tem tido vitórias importantes contra o crime organizado, com a prisão de traficantes importantes. Aqui em São Paulo, quem tem que ser valorizado é a Polícia, não o crime. A glamourização é da Polícia e não do crime. Quem vai amarelar é o crime, não a Polícia de São Paulo”, disse Rodrigo Garcia.

    A medida autoriza a Secretaria de Segurança Pública, por meio da Polícia Civil e da Superintendência da Polícia Técnico-Científica, a contratar 1.333 escrivães, 1.250 investigadores, 552 delegados, 249 peritos criminais e 116 médicos-legistas.

    É autorizado ainda as secretarias de Governo e de Orçamento e Gestão a deliberar sobre a distribuição dos quantitativos de vagas a serem providos, sendo parte mediante ampliação das vagas nos concursos em andamento e parte em concursos novos.

    Concursos

    Além do provimento destas 3,5 mil vagas, as polícias já têm concursos em andamento para preencher outros 8.559 cargos, com nomeação e posse previstas a partir de dezembro deste ano. Para a Polícia Militar, serão selecionados 5,4 mil soldados e 220 oficiais. Para a Polícia Civil, 1,6 mil escrivães, 900 investigadores e 250 delegados; e para a Superintendência da Polícia Técnico-Científica, 189 médicos-legistas.

    Desde 2019, o Governo do Estado contratou 14.496 policiais, sendo 11.157 militares, 2.574 civis e 765 técnico-científicos. Todos já estão em plena atividade, reforçando a segurança no Estado.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.