• Marcello Veríssimo

    Os policiais responsáveis pelo Centro de Detenção Provisória Dr. José Eduardo Mariz Oliveira” de Caraguatatuba apreenderam 300 micropontos de LSD que foram descobertos em uma correspondência enviada por uma mãe de um detento da unidade. O flagrante aconteceu na tarde desta sexta-feira (16) durante a revista de itens enviados por familiares dos presos.

    De acordo com a polícia, a droga estava escondida dentro de um caderno destinado ao preso, que não teve a sua identidade divulgada pela SAP.

    A direção do CDP informou quel registrou boletim de ocorrência na delegacia de Caraguatatuba e que deve aplicar as providências de praxe nesses casos, entre elas enviar o detento para o regime disciplinar.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.