• Marcello Veríssimo

    A 2ª edição da Parada LGBTQIAP+ do Litoral Norte, que seria realizada neste sábado (24) foi temporariamente adiada. De acordo com o Fórum LGBT do Litoral Norte Paulista, por causa das eleições caírem bem próximo da data em que o evento seria realizado, optou-se pelo adiamento.

    A primeira edição da parada LGBTQIAP+ do litoral também aconteceu em setembro do ano passado no formato online com o tema “Olhai por Nós no Litoral Norte Paulista”. Na época, a organização informou que a parada foi um ato de protesto, um pedido de socorro para que os governantes observassem as demandas e pautas deste segmento social da região, para torná-las políticas públicas para a comunidade que se encontra desassistida e invisibilizada.

    A partir daí, segundo o Fórum LGBT do Litoral Norte, uma série de conquistas começaram a ser concretizadas, como a abertura do 1º
    ambulatório de tratamento hormonal e acompanhamento terapêutico exclusivo para pessoas transexuais e travestis, que começou a funcionar em junho deste ano, em Caraguatatuba, na Uami (Unidade de Atendimento a Moléstias Infectocontagiosas).

    Um dos objetivos também é tornar a unidade referência na administração da Prep, a Profilaxia Pré-Exposição, medicamento utilizado na prevenção do vírus HIV.

    Outubro

    O Fórum LGBT Litoral Norte Paulista informou no final da tarde desta terça-feira (20), que no dia 4 de outubro estará pronta a arte promocional para a divulgação da Parada LGBT 2022. Também no próximo mês será realizada uma nova reunião para decidir detalhes das atrações e a nova data do evento, que deve acontecer no mês de novembro.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.