• A Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social, Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Serviço Especializado em Abordagem Social (SEAS) informa que é realizada de forma contínua, em toda a extensão do município, a busca ativa nas ruas, praças, e locais de intensa circulação, com intuito de identificar pessoas que estejam vivenciando situação de risco pessoal e social, na vivência de rua, também, através de atendimento as solicitações de abordagem pelo telefone (12) 3893-2583 – CREAS.

    Segundo o SEAS, a abordagem social constitui-se em processo de trabalho planejado de aproximação, escuta qualificada e construção de vínculo de confiança com pessoas e famílias em situação de risco pessoal e social nos espaços públicos para atender, acompanhar e mediar acesso à rede de proteção social.

    Ainda de acordo com dados do Serviço Especializado em Abordagem Social, do total de 136 abordagens realizadas em toda a extensão territorial do município, foram identificadas 128 pessoas em vivência de rua, podendo uma ter sido abordada mais de uma vez.

    Entre estas buscas ativas, a equipe de abordagem social do Centro de Referência de Assistência Social (CREAS), por meio de articulação realizada no último dia 25 de agosto, obteve êxito, em busca realizada pela família de C.S.O, 47 anos que vivia em situação de rua no bairro Praia Deserta, Região Central de São Sebastião. O mesmo, sempre ficava próximo a praia, em circulação durante o dia. Nos primeiros atendimentos ao cidadão, a equipe de abordagem identificou, ao observar o relato dele, que poderia se tratar de uma pessoa com algum tipo de sofrimento, ou transtorno mental. A busca ativa social foi realizada com maior frequência e C. foi acompanhado constantemente para investir na formação de vínculo e oferta e encaminhamentos necessários, tais como, tratamentos de saúde e suporte para adesão a programas sociais, segundo o CREAS.

    Ainda de acordo com a equipe, o total de abordagens foram 49, em ações, como tentativas de acompanhamento a rede de saúde pública municipal para consultas e, visitas aos locais que C. utilizava com maior regularidade, em situação de rua. Uma das estratégias adotadas pela equipe de abordagem social foi localizar algum membro familiar, através de pesquisa em escolas e unidades de saúde da região que pudessem tê-lo atendido.

    A partir da pesquisa de histórico de atendimento, em uma unidade escolar foi possível localizar a família de C.S.O que foi contatada pela equipe de abordagem social e atendimento especializado de população de rua, CREAS, em que ele reencontrou sua mãe que não via a mais de cinco anos. C. foi levado pela família e atualmente reside em Guaianazes, bairro da zona leste de São Paulo. Em recente contato feito pela assistente social com os familiares foi informado que ele está bem e tem buscado suporte e tratamento médico.

    Solicitações e informações podem ser obtidas no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Rua Prefeito João Cupertino dos Santos, 85, Centro. Telefone: (12) 3893-2583. Atendimentos de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.