• Marcello Veríssimo

    A Polícia Militar, em Ubatuba, prendeu neste domingo (2), dia do primeiro turno da eleição presidencial um homem acusado de violência doméstica e porte ilegal de arma. De acordo com a polícia, o criminoso foi flagrado agredindo a mulher e apontando seu revólver para ela no meio da rua.

    O flagrante aconteceu durante patrulhamento de rotina da PM. Ao ver a viatura, o criminoso jogou a arma no chão e soltou a mulher. De acordo com a polícia, no momento da agressão ele estaria puxando o cabelo da vítima, a segurando pelo pescoço e apontando o revólver para o seu rosto.

    A Polícia Militar não divulgou a região da cidade onde aconteceu a ocorrência. Quando foi detido, os militares ainda encontraram com o suspeito seis munições intactas. Na arma, um revólver calibre 38, duas munições intactas e outras três deflagradas.

    A PM informou que o revólver não possui registro e o homem não tinha a licença para porte ou sua posse. Ele foi preso e levado para a delegacia.

    Com a Lei Maria da Penha, apesar de ainda branda, a pena para este tipo de crime pode variar de três meses a três de cadeia.

    De acordo com a polícia, a mulher foi levada para o pronto-socorro com ferimentos no rosto e nos braços, recebeu atendimento e foi liberada.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.