• Marcello Veríssimo

    Articulações com prefeitos para angariar apoio e, consequentemente, votos. Essa é a estratégia de ambos os candidatos a governador de São Paulo que irão disputar os votos no segundo turno das eleições. Tanto Fernando Haddad (PT) quanto Tarcísio de Freitas (Republicanos) já começaram suas movimentações para conquistar aliados e a força dos seus eleitores nas mais diversas regiões do estado que possui 645 municípios. A votação do 2º turno está marcada para o próximo dia 30 de outubro.

    No Litoral Norte, publicamente, o primeiro a declarar apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição, e a Tarcísio foi o prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci, também do Partido Liberal. Em entrevista a uma rádio de Ilhabela nesta segunda-feira (3), Colucci disse que sua opção agora é pelo “menos ruim”.

    O prefeito de Ilhabela, diferentemente dos colegas chefes do Executivo das outras três cidades da região, é um crítico ferrenho do PSDB e foi o único que não apoiou o atual governador Rodrigo Garcia, que é do PSDB. Em dezembro Garcia encerra seu mandato e uma hegemonia de 28 anos do partido à frente do Palácio dos Bandeirantes.

    Os outros três prefeitos da região fizeram campanha para Rodrigo Garcia e agora se articulam para não perder espaço, influência e poder com o próximo governador.

    O candidato Tarcísio de Freitas venceu nas quatro cidades da região obtendo 86.689 votos válidos e Fernando Haddad foi o segundo mais votado no Litoral Norte. De acordo com os resultados da apuração do TSE, Jair Bolsonaro
    venceu em Caraguatatuba, Ubatuba e Ilhabela; Lula venceu em São Sebastião.

    São Sebastião

    Após o resultado das urnas, o prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto (PSDB), manifestou seu agradecimento ao apoio dado a Rodrigo Garcia e pela eleição ter ocorrido sem grandes sobressaltos no município.

    De acordo com o TSE, Rodrigo Garcia conquistou 8.865 votos na cidade, o equivalente a 19,1%. Na cidade, Lula obteve mais votos para presidente e Tarcísio para governador.

    O prefeito de São Sebastião, entretanto, ainda não declarou apoio a nenhum dos dois candidatos no segundo turno.

    Fontes da Prefeitura, ligadas ao governo de Felipe, disseram que, se nada mudar nos próximos dias, ele deve anunciar apoio a Jair Bolsonaro e Tarcísio de Freitas. Em um movimento de fidelidade partidária, Felipe Augusto deve esperar a manifestação de apoio de Rodrigo Garcia, que foi o terceiro colocado nas eleições do último domingo.

    Caraguatatuba e Ubatuba

    O prefeito de Caraguatatuba, Aguilar Júnior (MDB) e a prefeita de Ubatuba Flávia Paschoal (PL) também ainda não manifestaram apoio oficial aos candidatos neste segundo turno em suas páginas oficiais ou por meio de suas assessorias de imprensa. Aguilar Júnior, assim como Flávia Paschoal, também apoiaram Rodrigo Garcia em sua campanha para o governo do Estado.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.