• Marcello Veríssimo

    Amanhã, 12 de outubro, é o Dia de Nossa Senhora Aparecida, a Padroeira do Brasil. Em todos os cantos do Brasil, desde a semana passada católicos e cristãos celebram a santa.

    No Litoral Norte, os paroquianos também se movimentam para realizar homenagens e demonstrações de fé a Nossa Senhora Aparecida. A Diocese de Caraguatatuba, que abrange os quatro municípios do Litoral Norte, informou que a região possui sete paróquias dedicadas à Padroeira do Brasil.

    Além da paróquia na Barra Velha, em Ilhabela, são outras sete.

    Confira: Porto Novo; Barequecaba; Ingá; Sumidouro; Horto Florestal; Morro do Abrigo; e Tinga. A paróquia Nossa Senhora Aparecida localizada em Ilhabela já foi uma comunidade da Paróquia Nossa Senhora D’Ajuda e Bom Sucesso, cujo pároco é o padre. Mateus Martins de Almeida.

    No dia 12 de outubro de 2016 foi elevada à paróquia e empossou o padre Alessandro Henrique Coelho, atual pároco de São Sebastião, como primeiro pároco. A paróquia é formada por mais 12 comunidades do lado sul do arquipélago.

    De acordo com a Diocese de Caraguatatuba, que reuniu um compilado de informações e curiosidades sobre as paróquias a comunidade Nossa Senhora Aparecida de Barequeçaba, em São Sebastião, é “pequena, mas que ao longo do tempo foi crescendo tanto na fé quanto nos trabalhos pastorais”.

    A capela Nossa Senhora Aparecida no Morro do Abrigo, de São Sebastião, começou com orações do terço na casa do Sr. José Lemes. Ele doou o terreno e em 1982 iniciaram as obras. Segundo Sérgio Sota Acioli, hoje a comunidade possui vários trabalhos pastorais, tais como, catequese, terço das mulheres, terço dos homens, GEV e grupo de oração.

    A comunidade Nossa Senhora Aparecida do Tinga, de Caraguatatuba, teve sua primeira capela no bairro Jardim Itaúna no ano de 1975. Após 10 anos, surgiu a necessidade de transferir a comunidade para o Tinga. Iniciaram as obras tempo mais tarde houve a necessidade de um espaço maior e assim foram comprados mais terrenos ao redor para ampliá-la. Em 2012, a comunidade começou a construir a nova comunidade onde ela está localizada hoje.

    A capela Nossa Senhora Aparecida do Porto Novo, em Caraguatatuba, foi fundada em 6 de dezembro de 1942. Ela é fruto de uma graça alcançada pela intercessão da Imaculada Conceição. Com uma participação forte dos pescadores onde temos e sentimentos envolvidos. Hoje ela passa por uma reforma para que ela fique cada vez mais acolhedora. Afinal, é a casa da mãe e ela acolhe a todos.

    A comunidade Nossa Senhora Aparecida do Ingá da Paróquia Nossa Senhora das Graças, em Ubatuba, é “pequena, simples, fervorosa na fé e atuante na caminhada da Igreja”.

    Para João Paulo, da comunidade Nossa Senhora Aparecida de Caçandoca da mesma paróquia Nossa Senhora das Graças, esta comunidade é “simples e pequena, mas pelo menos 15 pessoas participam atualmente das celebrações”. A capela é pé na areia e ela está dentro de uma área Quilombola.

    A comunidade Nossa Senhora Aparecida do Bairro Sumidouro da Paróquia Imaculada Conceição, de Ubatuba, “continua atuante, perseverante na oração e unida com os compromissos de Igreja”, diz Maria Antônia, uma das paroquianas.

    A capela Nossa Senhora Aparecida no Horto Florestal fica na beira da Rodovia BR 101 – Km 90. Foi construída na década de 70 pelo Instituto Agrônomo de Campinas – Estação Experimental de plantas tropicais, no local de um cemitério de escravos da Fazenda do Café do tempo do Império segundo Benedito Augusto. Atualmente a capela está sendo restaurada por um empresário paulista.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.