• Marcello Veríssimo

    Às vésperas do segundo turno das eleições presidenciais, um novo aumento de energia elétrica anunciado nesta semana deixou os moradores do Litoral Norte revoltados. A partir deste domingo (23) a conta de luz vai ficar mais cara em São Sebastião e Caraguatatuba, as duas cidades da região que são atendidas pela EDP, concessionária de energia elétrica.

    O reajuste nas duas cidades é posterior ao aumento da tarifa de energia elétrica que entrou em vigor no mês de agosto em Ubatuba e Ilhabela, municípios que são atendidos pela Elektro Redes.

    A EDP informou que para as residências o aumento será de 2,07%. Já para empresas e indústrias, que utilizam rede de alta tensão, o acréscimo na conta será de 20,04%.

    Os ajustes foram concedidos pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) nesta terça-feira (18). De acordo com a Aneel, o reajuste acontece por conta do aumento dos encargos setoriais e a compra de energia, ainda tida como reflexo da crise hídrica de 2021.

    Em Ubatuba e Ilhabela, o aumento variou de 10,76 a 15, 77% para contas residenciais e de pequenos estabelecimentos comerciais. Já para aqueles consumidores que estão conectados à rede de alta tensão, as tarifas foram elevadas em 23,72%.

    A EDP informou que as chamadas medidas de mitigação tarifária foram adotadas para que o reajuste não ultrapassasse até 25,05% para o consumidor final.

    Mas, mesmo assim, para a dona de casa Sandra Dias, de Caraguatatuba, o aumento em um item de extrema necessidade neste momento de crise que assola o país não tem cabimento. “A maior parte da população está sofrendo com o desemprego, falta de oportunidades e baixos salários e as coisas não param de subir. Aí eles [os políticos] vem falar na televisão que vão gerar empregos, renda, só tem que explicar como. É inacreditável!”, disse a moradora.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.