• Marcello Veríssimo

    O turista que chegar à praia da Mococa, na região norte de Caraguatatuba, será surpreendido por uma novidade um tanto diferente nesta próxima temporada de verão.

    Uma equipe da Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca de Caraguatatuba esteve na praia nesta quinta-feira (20), para acompanhar a instalação dos contêineres que compõem os novos modelos dos quiosques de praia.

    De acordo com a secretaria, o trabalho é parte do Projeto de Intervenção Urbanística (PIU), que prevê a regularização da praia e também cumpre uma decisão da Justiça Federal. A prefeitura informou que o projeto inicial previa a instalação dos quiosques em alvenaria e recuados da orla, mas acabou optando pela instalação dos contêineres.

    Nesta quinta-feira foram instalados três contêineres. De acordo com a prefeitura, posteriormente, serão feitas adaptações nas estruturas internas para uso do espaço. A prefeitura também informou que os contêineres têm banheiros feminino, masculino e acessível para pessoas portadoras de deficiência , além de cozinha e área de trabalho. No espaço exterior, eles ainda terão decks.

     

    Erosão do Solo

    A praia perdeu cerca de 120 metros de areia entre o jundu e o mar na última década. A erosão do solo tem sido provocada pelas ressacas que já destruíram quatro dos nove quiosques instalados na orla da praia e ameaça os outros seis que restaram.

    As más condições fizeram com que os banhistas passassem a procurar outras praias como Cocanha e Massaguaçu que possuem faixa de areia maior.

    A prefeitura informou que apresentou um projeto para reurbanização da Mococa, com aprovação da SPU (Secretaria de Patrimônio da União). As obras deveriam ter sido iniciadas em maio do ano passado, mas foram adiadas em razão da pandemia.

    De acordo com o projeto, estavam previstos o recuo dos quiosques, novas vias e instalação de infraestrutura, como luz, água e saneamento.

    A prefeitura ficaria responsável pela parte de infraestrutura de água e esgoto, melhoria dos três acessos à praia, implantação de vagas e bolsões de estacionamentos, além de recuperação da vegetação nativa.

    Pelo projeto, os nove quiosques seriam recuados de 4 a 5 metros, construídos em alvenaria, com 216 metros quadrados, espaço para banheiros, cozinha e salão de mesas e cadeiras.

    Durante o trabalho, a ação foi acompanhada por agentes de trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana, que orientaram os motoristas no fluxo de veículos pela praia, principalmente próximo dos pontos de instalação.

    Expectativa

    A prefeitura informou que a expectativa é positiva em relação à alta temporada. Os donos dos quiosques esperam começar a trabalhar com a nova estrutura já a partir de dezembro.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.