• Caraguatatuba revive após 10 anos o Festival do Mexilhão, tradicional evento gastronômico e cultural do município. A festa será realizada entre os dias 11 e 13 de novembro e retorna ao calendário de eventos, após a Secretaria de Turismo do município ter encaminhado uma proposta à comunidade local, unindo a política de preservação e o resgate da cultura caiçara.

    O evento, organizado pela Associação dos Pescadores e Maricultores da Praia da Cocanha (Amapec), em parceria com a Prefeitura de Caraguatatuba, chega a 12ª edição com o objetivo de promover a cultura caiçara, a divulgação da maricultura e o fomento do turismo da região.

    Nos três dias, o público poderá degustar diferentes pratos elaborados à base de mexilhão para todos os gostos, como marisco ao molho, lambe-lambe, bolinho de mexilhão, panqueca e lasanha, entre outras preparações comercializadas em barracas.

    Com apoio da Secretaria de Turismo, o festival contará também com diversas apresentações musicais gratuitas, com artistas e bandas locais. Além disso, a festa terá espaços para exposição e venda de artesanatos típicos da região.

    Segundo o presidente da Amapec, José Luiz Alves, é grande a expectativa para a retomada. “O festival é parte importante da comunidade e sentimos muito a falta do evento nesses últimos 10 anos. É uma alegria imensa voltar a unir as famílias no preparo da festa, que além de gerar renda, é símbolo de confraternização em torno da cultura caiçara”, destacou.

    Promovido pela última vez em 2012, o evento será realizado na Praça Irmã Lucila (Avenida Maria Carlota), no bairro Massaguaçu, das 19h à 0h na sexta-feira (11), e das 12h às 22h no sábado e domingo (12 e 13). A programação completa, com horários e atrações, será divulgada em breve.

    Serviço
    12º Festival do Mexilhão
    Data: 11 a 13 de novembro (sexta a domingo)
    Horário: sexta-feira, das 19h às 22h; sábado e domingo, das 12h à 0h
    Local: Praça Irmã Lucila
    Endereço: Av. Maria Carlota, Praça Irmã Lucila – Massaguaçu
    Entrada gratuita

    Melhores Vilas Turísticas

    A ‘Vila Turística Comunitária dos Pescadores e Maricultores da Praia da Cocanha’ tem como base mantém as características de uma vila caiçara, onde os tradicionais pescadores colocam seus barcos ao mar e seguem para tratar da sua ‘Fazenda de Mexilhão’, se transformando na maior do Estado de São Paulo.

    O local representa o Brasil em um concurso global liderado pela Organização Mundial do Turismo (OMT), que vai eleger as “Melhores Vilas Turísticas” do mundo, segundo escolha feita pelo Ministério do Turismo (MTur) no último mês de junho. O resultado do concurso será anunciado no final do ano.

    Além do cultivo, a Fazenda Marinha também é rota de passeio para quem quer conhecer o plantio submerso do marisco, por isso, a atividade qualificada como Turismo de Comunidade de Base (TBC) é ainda um atrativo para Caraguatatuba. Outras informações sobre o local estão disponíveis em www.caragua.tur.br/atrativos-turisticos/de-base-comunitaria/.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.