• A Prefeitura de Ilhabela segue com os investimentos em saneamento básico pela cidade. Recentemente, a Secretaria de Obras e Planejamento Urbano fez o estudo hidrológico, calculou a contribuição das bacias e dimensionou a drenagem de dois pontos críticos da cidade.

    “Nos últimos anos, alguns bairros sofreram com as enchentes e a drenagem urbana é um dos elementos que compõe o saneamento básico e fundamental nesse processo de salubridade da cidade. O ciclo hidrológico sofre fortes alterações nas áreas urbanas devido, principalmente, à alteração climática, a impermeabilização da superfície e do material sólido disposto pela população”, explica o secretário de Obras e Planejamento Urbano, Flávio Miranda.

    Na região do Reino e Água Branca, as obras de drenagem já foram iniciadas nas ruas Crispim Dias Pinto e José Seno, com a implantação de imensas aduelas de 2,5 por 2,5 metros.

    Já no Perequê e Jardim Éden – região esta que está praticamente no nível do mar – serão implantadas redes de drenagem, em polietileno de alta densidade (PEAD), que necessitam de uma declividade menor para o escoamento e um reservatório de retenção e bombeamento, para que as águas pluviais possam escoar melhor, mais rápido e desaguem no mar, mesmo com a maré cheia. Tal intervenção além de escoar as águas das chuvas também evitará que as águas do mar invadam a região em dia de maré alta, principalmente na avenida São João.

    “Investimento em saneamento básico é investimento em saúde pública. Além disso, estamos trabalhando para melhorar as condições de balneabilidade de nossas praias e isso é importante pois somos uma cidade turística. Pouco se investiu na gestão passada e estamos correndo contra o tempo para entregar esses benefícios para a população”, finaliza Colucci.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.