• Marcello Veríssimo

    Uma amizade digna de filme com um cenário deslumbrante como pano de fundo. Parte do longa “O Pinguim e o Pescador” vem sendo rodada na Praia da Sununga, na região sul de Ubatuba.

    O filme conta a história de amizade entre o pescador aposentado João Pereira de Souza, na época com 71 anos, e o pinguim Dindin. O animal foi encontrado nos arredores da casa do pescador em uma praia da Ilha Grande, uma das regiões paradisíacas do Rio de Janeiro.

    De acordo com o pescador, o pinguim estava encharcado de óleo e bastante debilitado. João cuidou de Dindin que se recuperou e voltou ao mar com destino a Patagônia Argentina, nadando por mais de 8 mil quilômetros. Mas, para surpresa de todos, o pinguim retornou ao mesmo local meses depois para rever o amigo. “Eu tenho um amor muito grande por ele, igual tenho por uma criança e do mesmo jeito ele tem comigo”, disse o pescador. “Ele chama meu nome direitinho, nunca vi um bicho tão inteligente quanto ele”, completou João Pereira.

    O pescador lembra que encontrou Dindin em abril e cuidou dele até aproximadamente o mês de novembro. O pescador lembra ainda que soltou Dindin em fevereiro, perto do Carnaval, e quatro meses depois ele estava de volta à praia.

    De acordo com os especialistas, o pinguim é um dos animais mais fiéis de toda a natureza e que ele vê o pescador João como um membro de sua família. E o pinguim retornou diversas vezes para rever seu amigo desde 2011, ritual que se repete por mais de 10 anos.

    O pescador disse que Dindin é como se fosse um filho e o pinguim retribui o carinho, permitindo que somente o pescador chegue perto dele e o toque.

    O filme é um projeto do diretor brasileiro David Schurmann, também CEO da Voz dos Oceanos e conta com a participação de Anthony Dod Mantle, vencedor do Oscar de fotografia pelo filme “Quem Quer Ser Um Milionário” e tem como protagonista principal o renomado ator francês Jean Reno, conhecido por filmes de sucesso como o “Código Da Vinci” e “O Profissional”.

    O ator está na cidade para rodar as cenas do seu personagem e foi flagrado na praia durante as filmagens na Gruta que Chora, famoso cartão postal da cidade. O vídeo está circulando nas redes sociais e foi enviado à reportagem do JDL.

    A produção do longa mistura cenas reais do animal com um pinguim dublê, feito em alta tecnologia, ao estilo do filme “As Aventuras de Pi”, de 2012.

    Em 2016, a história já “bombava” nas redes sociais com um vídeo, que teve direção e produção de André Paz; direção de Fotografia, de Felipe Varanda ; e, edição de Renato Oliveira e André Paz.

    Se você ainda não viu conheça um dos vídeos quando e circulam na rede com a história do Pinguim e o Pescador:

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.