• Marcello Veríssimo

    O Governo de São Paulo lançou oficialmente nesta sexta-feira (4), o edital para selecionar 2.700 soldados que irão atuar no policiamento ostensivo nas unidades da Polícia Militar do Estado de São Paulo por meio de concurso público. Os selecionados passarão por um curso, que será realizado na Escola Superior de Soldados “Coronel PM Eduardo Assumpção” com duração média de um ano.

    Os interessados devem realizar as inscrições, pela internet, por meio do site da Fundação Vunesp, a partir das 10h de hoje até às 23h59 do dia 20 de dezembro. O valor da taxa de inscrição é de R$ 57,00 que deve ser paga até o 1º dia útil subsequente ao término do período das inscrições.

    De acordo com o edital, os candidatos precisam ter concluído o Ensino Médio ou equivalente, ser brasileiros e ter entre 17 e 30 anos. Para participar, também é necessário estar em dia com suas obrigações eleitorais e militares, em de possuir CNH entre categorias “B” e “E”.

    Tatuagens são permitidas, desde que não faça alusão à discriminação, violência ou seja ofensiva à PM ou aos direitos humanos. As mulheres interessadas devem ter altura mínima de 1,55 metro e os homens, de 1,60 m. Para tomar posse, os candidatos deverão ter sido aprovados em todas as etapas do concurso.

    De acordo com o Palácio dos Bandeirantes, sedo do governo paulista, atualmente, há 1.478 policiais militares em formação, sendo 477 alunos oficiais e 1.001 soldados PM de 2° classe. Além destes, há outros 5.700 soldados e 220 alunos oficiais que já estão sendo selecionados por outros três concursos em andamento, com as primeiras nomeações previstas a partir de dezembro.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.