• Marcello Veríssimo

    As cidades do Litoral Norte se preparam para viver uma experiência de alto nível com um de seus principais atrativos: a gastronomia. O 1.º Festival Gastronômico do Litoral Norte – Sabores da Praia começa no dia 2 de dezembro, e durante 87 dias em plena alta temporada de verão vai reunir os estabelecimentos das quatro cidades da região em um único evento, até o dia 26 de fevereiro de 2023.

    O objetivo é transformar a região em um gastronômico com opções para todos os gostos e consolidá-lo ainda mais como destino gastronômico do país, devido à sua riquíssima fonte de insumos presentes na natureza e no mar, o que ajuda na criação de pratos saborosos e genuínos.“O 1º Festival Gastronômico do Litoral Norte servirá como uma grande vitrine para que o Brasil e o mundo possam conhecer as maravilhas gastronômicas que a região tem a oferecer ao seu público”, destaca Jéssica Aquino, diretora de Marketing da Sabores da Praia, associação organizadora do evento.

    A primeira edição do festival já nasce como a maior do Brasil em duração. Serão 87 dias (quase três meses) em que o trade gastronômico e patrocinadores poderão expor suas marcas e produtos para um público estimado de quatro milhões de turistas, além da população fixa, estimada em 350 mil pessoas. A missão é promover experiências inusitadas para o público, formadores de opinião e para toda a cadeia que compõe os elementos principais da gastronomia regional.

    Jéssica Aquino disse que o modelo indoor possibilita que os estabelecimentos participantes possam ter o controle da qualidade de seus alimentos e da segurança alimentar. “Além de possibilitar o uso da própria estrutura desses lugares, já que festivais realizados em praça pública não oferecem uma estrutura adequada para o preparo de alimentos, e da geração de muito lixo, como pratos, talheres e copos descartáveis”.

    O festival reunirá os principais restaurantes, gastrobares, pizzarias, hamburguerias, cafeterias, bistrôs, sorveterias, docerias, cervejarias e produtores artesanais da região. O evento será indoor, ou seja, apenas entre os restaurantes, reunindo os principais nichos da gastronomia.

    Jéssica Aquino conta que o formato indoor também oferece comodidade aos clientes, que têm à disposição a estrutura básica como banheiros e estacionamentos. As inscrições terminam no próximo dia 25 de novembro e mais informações sobre adesão ao festival podem ser solicitadas por meio do Instagram @saboresdapraiabr.

    Valorização da gastronomia regional

    De acordo com a gerente de marketing da Sabores da Praia, Jéssica Aquino, o formato deste festival será diferente dos eventos semelhantes que tradicionalmente já são realizados pelas prefeituras na baixa temporada, cujo principal objetivo é atrair turistas e vender pratos.

    Jéssica disse que o objetivo não é atrair turistas já que o evento será realizado em plena temporada de verão. Ela explica que também não é apenas vender pratos em um período em que os estabelecimentos gastronômicos estarão com alta demanda. “Nosso principal objetivo é divulgar a gastronomia regional mundo afora, aproveitando a visibilidade da grande mídia, que nesta época do ano volta seus holofotes para o litoral norte”.

    Também não haverá competição entre os estabelecimentos participantes. De acordo com a gerente de marketing do evento, é uma grande diversidade de estabelecimentos gastronômicos, que vão de restaurantes mais simples, mas com comida de extrema qualidade, até os que apostam na alta gastronomia, como é o caso de estabelecimentos de Ilhabela e Costa Sul de São Sebastião, com excelentes restaurantes e chefs renomados. “A questão é que toda essa diversidade não é divulgada, e o festival pretende consolidar a região como um importante polo gastronômico brasileiro”.

    Participação dos restaurantes – Para participar os estabelecimentos deverão criar um prato ou produto exclusivo para o festival. As cervejarias, cafeterias e docerias também poderão criar produtos específicos para o evento.

    Os pratos ou criações deverão ter um valor acessível a moradores e turistas. Os valores serão fixados pelos próprios restaurantes.

    De acordo com os organizadores, na prática,
    nada muda no dia a dia de um restaurante. O Festival pensou em aproveitar a estrutura própria dos estabelecimentos para a realização do evento, com todos os cuidados

     

    Foto:Reginaldo Pupo

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.