Marcello Veríssimo

Os pescadores da comunidade de Boiçucanga, na costa sul de São Sebastião, recebem neste sábado (10), às 9h, o Prêmio Braztoa de Sustentabilidade, da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo, de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. O município foi o vencedor na categoria “Turismo de Base Comunitária: valorizando a cultura caiçara”.

A Rota Caiçara é um produto do turismo que tem a gestão da Associação dos Pescadores de Boiçucanga, que atualmente é presidida por Ademil Flávio de Matos.

O JDL conversou com Lusia Prado, secretária da presidência da Associação dos Pescadores, que procurou a reportagem para explicar sobre a importância do prêmio e a importância do TBC (Turismo de Base Comunitária) e da Rota Caiçara para a cidade. “Agradecemos o apoio da prefeitura, mas não existe TBC ou Rota Caiçara sem a Associação dos Pescadores de Boiçucanga”, destacou a secretária.

O prêmio celebra iniciativas voltadas à sustentabilidade, ecoturismo, experiências, ética e responsabilidade social, com novas tendências para a indústria do turismo. Foram 89 inscritos e 27 chegaram à final, sendo avaliados em diferentes critérios, como Turismo sustentável – relevância para o negócio + desenvolvimento local, inovação, entre outros.

Pioneira – A prefeitura informou que este prêmio é o reconhecimento por um trabalho pioneiro na região. De acordo com a prefeitura, o Turismo de Base Comunitária atua diretamente na capacitação das comunidades tradicionais, indígenas e de artesãos com o objetivo de criar geração de renda e desenvolvimento econômico e social.

A Rota Caiçara proporciona justamente isso que os próprios pescadores atuem nos roteiros, valorizando ainda mais a cultura caiçara. A secretária da Associação dos Pescadores conta que são diferentes roteiros, um deles consiste em um passeio de barco que percorre pontos estratégicos para os pescadores como o chamado cerco flutuante, onde os pescadores explicam o processo da pesca. “A visitação ao cerco mostra que a pesca é uma arte. Eles colocam o cerco e depois retornam para ver os peixes. Também tem o roteiro até a Ilha dos Gatos”, ela explica.

A prefeitura informou que São Sebastião também criou a primeira Lei de Apoio ao Turismo de Base Comunitária do Estado de São Paulo e já realizou a capacitação Turismo de Base Comunitária (TBC) – Orientador de Visita”, que foi desenvolvida pelo SENAC conquistando o Prêmio Internacional Passaporte Aberto da Organização Mundial de Jornalismo de Turismo, na categoria Empreendedor Turístico Comprometido.

A prefeitura disse ainda que também apoia outros projetos como Rota Caiçara da praia de Maresias; o grupo Fandango Aleluia; auxilia no desenvolvimento de roteiros turísticos com pontos de saídas dos Ranchos, como a Fazenda de Mexilhões da praia da Cigarras; e apoios culturais incluindo o Grupo Folia de Reis, Artesanatos identitários e a Casa Caiçara.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *