Marcello Veríssimo

 

O Instituto Argonauta, em Ubatuba, resgatou uma baleia que foi encontrada morta na manhã desta segunda-feira (12) nos arredores da Ilha Anchieta. A equipe do instituto foi avisada por um pescador local sobre a carcaça do animal no mar.

De acordo com o Argonauta, em um primeiro momento, a baleia não foi encontrada em nenhum dos pontos ao redor da ilha. Os especialistas do PMP-BS (Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos) encontraram o mamífero encalhado em um costão. A assessoria de imprensa do instituto informou que, em razão do mau tempo, a equipe não conseguiu se aproximar para coletar a gordura da pele do animal e avaliar qual teria sido a causa da morte.

O animal encontrado é conhecido como baleia tropical, ou seja, uma espécie que vive nos trópicos e não migra para as águas frias da Antártida. As Baleias de Bryde vivem entre as regiões costeiras e oceânicas, se alimentando principalmente de peixes e crustáceos. Com a proximidade do verão, os especialistas dizem que elas se aproximam ainda mais da costa na região Sudeste para caçar.

As baleias são grandes animais e podem ultrapassar os 16 metros de comprimento. A baleia será fundeada nesta terça-feira (13), com uma âncora amarrada em sua cauda, para que seu cadáver possa se decompor naturalmente, com o tempo no fundo do mar.

A equipe do Argonauta informou que a causa da morte pode ter sido natural. “Aparentemente não vimos nenhum indicativo que ela tenha sofrido contato com redes de pesca”, disse Manuel da Cruz Albaladejo, biólogo integrante do PMP-BS.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *