Marcello Veríssimo

Um caso de veículo abandonado chamou a atenção das autoridades em Ilhabela durante esta semana. Durante ação de combate ao abandono de veículos pela cidade, uma equipe da secretaria de Mobilidade e Segurança Pública teve conhecimento sobre um automóvel abandonado na Barra Velha, região central do arquipélago, que após a pesquisa descobriu-se uma queixa de apropriação indébita do mesmo.

O crime de apropriação indébita é previsto no Código Penal Brasileira e, basicamente, consiste no apoderamento de coisa alheia móvel sem o consentimento do proprietário. Ou seja, nesse contexto quer dizer que o dono cedeu de boa-fé.

O automóvel estava no estacionamento de uma igreja, na Rua Antônio Carlos Ayres da Fé. Após a fiscalização emitir autuação por abandono, a Polícia Civil descobriu a queixa de apropriação indébita desde 2012 no 11º DP Santo Amaro, na capital paulista.

O automóvel foi levado para o pátio local pela Polícia Civil. De acordo com a polícia, o carro pode ter sido adquirido em uma espécie de rolo, uma negociação sem qualquer tipo de formalidade ou contrato, feita geralmente com produtos sem procedência e posteriormente foi abandonado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *