Marcello Veríssimo

Em sua primeira semana de atuação nas ruas, a Guarda Civil de Caraguatatuba atendeu ocorrências que mostram o apoio importante do seu trabalho em cooperação com as forças policiais. O trabalho da GCM começou na última quarta-feira (21) e completou uma semana hoje (28).

Um dos primeiros registros aconteceu na sexta-feira (23), antevéspera de Natal, durante patrulhamento pela Praça Cândido Mota, na região central do município. A equipe recebeu informação por rádio que um Jeep Renegade cinza circulava nos arredores de uma unidade do banco Bradesco e que, possivelmente, tratava-se de um veículo dublê.

Os guardas acompanharam o veículo até ele estacionar. O motorista foi abordado assim que o automóvel parou.

Na verificação do automóvel ficou constatado que os números no vidro não batiam com a numeração do chassi. De acordo com a GCM, no para-brisa dianteiro os agentes identificaram a sobreposição na sequência de identificação veicular, n° NK47** sobre o número NK56**, o verdadeiro.

O superintendente da Guarda Civil, tenente Cláudio Dias, disse que o aplicativo também não conseguiu ler o QR Code da placa e a numeração dos vidros estavam aparentemente lixados.

Os agentes que estavam na rua também receberam apoio do secretário de Mobilidade Urbana e Proteção ao Cidadão, Marcel Giorgeti e de uma equipe do departamento de trânsito também foram ao local.

O Jeep foi apreendido. A motorista, que não teve a identidade divulgada, foi levada para a Delegacia Central para prestar explicações e receber as punições judiciais.

Desacato – Em outra ocorrência os guardas registraram um desacato a funcionários de uma Unidade de Pronto Atendimento, também no centro, por parte de um paciente que estaria muito nervoso.

A Guarda Civil Municipal funciona na Avenida Fernando Costa, 62, no bairro Sumaré. O telefone de atendimento é o 153.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *