Marcello Veríssimo

A Polícia Militar, em Caraguatatuba, prendeu na última sexta-feira (6) um procurado da justiça condenado a 70 anos de prisão. O criminoso, que não teve a identidade divulgada, seria um dos líderes da facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios de São Paulo. A condenação total do homem, segundo a polícia, é de 70 anos, 6 meses e 26 dias.

A prisão foi realizada em conjunto por equipes da Força Tática e da Rocam (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas). De acordo com a polícia, o procurado foi descoberto por meio de uma denúncia anônima que dizia sobre um veículo Peugeot preto suspeito.

As equipes o interceptaram na rua Manoel Henrique de Oliveira, no bairro Martim de Sá, região norte do município. A polícia informou que o carro está “limpo”, ou seja, nada de ilegal foi encontrado no interior do automóvel.

De acordo com a polícia, o criminoso apresentou uma carteira de habilitação falsa. Os policiais descobriram por meio da pesquisa do CPF, que a CNH pertencia a outra pessoa.

Ao ser desmascarado, sem saída, o homem confessou sua verdadeira identidade. Ele foi levado para a delegacia e recolhido à carceragem.

Ubatuba – Também na última sexta-feira (6), a Polícia Ambiental prendeu um procurado da justiça, que era integrante de uma quadrilha acusada de vender automóveis superfaturados para pessoas com necessidades especiais.

De acordo com a polícia, os veículos eram comprados com descontos de até 40% e revendidos a preço de mercado.

O criminoso foi descoberto depois que a polícia recebeu uma denúncia anônima sobre um motorista que havia abandonado um cachorro na beira da rodovia, na altura do bairro Toninhas, na região sul do município.

Após a denúncia, durante patrulhamento, os policiais encontraram o homem que, em um primeiro momento, negou que tivesse algum animal de estimação.

Em consulta do COPOM (Centro de Operações da Polícia Militar) o homem foi descoberto e voltou para a cadeia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *