A Prefeitura de Ilhabela, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, iniciou na última segunda-feira (9/1), os serviços de limpeza das áreas de mangue, jundu e rios. A ação tem por objetivo a preservação das áreas de vegetação nativa protegidas no município, conforme o Código Florestal Brasileiro, Lei 12.651/12.

A limpeza consiste na retirada de resíduos sólidos dessas áreas, sem a utilização de máquinas ou ferramentas que possam danificar a vegetação. Os trabalhos tiveram início na região entre a ponte estaiada na Barra Velha e o Perequê e na região da Fazenda Barreiros, norte da ilha. “Além da limpeza, temos também a intenção de conscientizar a população de Ilhabela acerca da importância do descarte adequado dos resíduos sólidos que comprometem os ecossistemas devido à contaminação”, salienta a Secretária de Meio Ambiente Eng.ª Florestal Kátia Freire.

No município, todos esses locais foram sinalizados com placas e são monitorados. As áreas de mangue estão próximas à balsa e na “ponte da Telma”, no Perequê. E áreas de jundu estão identificadas no Perequê, próximo à escultura da baleia Pipoca, nas imediações da rotatória do Itaguaçu e nos arredores da Fazenda Engenho D’Água.

Jundu

O Jundu é uma vegetação litorânea típica das áreas de restinga, sendo de extrema importância na preservação de praias, servindo como abrigo e fonte de alimento para a fauna nativa, além de ser uma barreira contra o avanço da maré.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *