O delegado da Delegacia da Mulher (DDM), Carlos Eduardo Ladislau Lopes, visitou a Casa Poderosa, nesta terça-feira (17), com intuito de criar uma interlocução e um trabalho conjunto entre os órgãos responsáveis pela Segurança e Assistência Social às mulheres vítimas de violência doméstica em São Sebastião. 

Para o Delegado, a aproximação das instituições é absolutamente salutar o enfrentamento da violência doméstica em nosso município, pois ele explica que o problema é multidisciplinar e envolve aspectos jurídicos, sociais e psicológicos. 

“Sou titular do 1ºDP, mas estou atuando a frente da DDM há cerca de um mês e vi a necessidade dessa aproximação para conseguirmos prestar o melhor serviço possível para essas pessoas que tanto precisam da nossa ajuda”, disse o Delegado.

O espaço é dedicado a mulheres vítimas de violência doméstica, e as pessoas que sofrem violência de gênero nas relações de convivência no espaço doméstico. Atualmente, o projeto atende 72 mulheres. 

A Diretora do Departamento de Proteção Social Especial da SEDES, Cris do Vale, explica que é preciso assegurar garantir um primeiro atendimento de acolhimento que proporcione a confiabilidade e segurança que favorecerá a criação de um vínculo com as usuárias atendidas e que contribua para que as mulheres possam superar o ciclo da violência e abusos sofridos dentro desses relacionamentos.
“A questão é que sabemos a importância do primeiro contato com a vítima para realizarmos o acolhimento correto tanto na Assistência Social quanto na Segurança Pública. Por isso, precisamos dessa aproximação entre os dois órgãos”, explicou Cris.

 

Casa PodeRosa

Na Casa Poderosa e ofertado a mulher atendimentos com Assistente Social, Psicólogo, Enfermeira, e a partir da parceria com a OAB atendimento com advogadas. Neste ano, com o pós-pandemia da ovid, estará sendo retomado as ofertas de cursos de capacitação profissional para as mulheres que são atendidas na Casa Poderosa. 

A Casa PodeRosa fica na Rua Prefeito Mansueto Pierotti, 990, Vila Amélia, região central e é ligada ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), unidade pública da Política de Assistência Social, onde são atendidas famílias e pessoas em situação de risco social, ou que tiveram seus direitos violados. Na Costa Sul no dia 08 de março de 2022 foi inaugurado o CREAS de Boiçucanga, o que possibilitou a oferta de atendimento no território pela equipe técnica da Casa Poderosa as Mulheres vítimas de violência que residem nos bairros daquela região. 

As ações da Casa PodeRosa são realizadas em parceria com Fundo Social, Fundação de Saúde Pública de São Sebastião (FSPSS), secretarias de Saúde (SESAU), Segurança Urbana (SEGUR), Desenvolvimento Econômico e Social (SEDES), Coordenadoria da Mulher, Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM) e 136ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de São Sebastião. Mais informações pelo número (12) 3893-1866.

 

 

By srneto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *