Marcello Veríssimo

A Promotoria de Justiça, em Caraguatatuba, conseguiu a condenação a 31 anos do assassino que matou seu amigo a facadas no município. O crime aconteceu em outubro de 2020. A sentença foi proferida nesta quinta-feira (19).

O assassino foi condenado a 31 anos e seis meses de prisão em regime fechado, pelo crime de homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

De acordo com a Justiça, a vítima, que tinha 48 anos, foi encontrada morta dentro do porta-malas do carro do criminoso. O homicídio foi praticado com requintes de crueldades, o que aumentou a pena do assassino pelo agravante do motivo fútil e crueldade impossibilitando também a sua defesa.

De acordo com a Justiça, o homicídio aconteceu depois de uma discussão. O assassino, que na época tinha 27 anos, teria chamado a vítima para beber em casa e durante a confraternização começou a agredi-lo.

Com uma faca de açougueiro, o assassino teria desferido vários golpes no corpo da vítima, chegando até a arrancar um dos olhos com a faca.

O assassino demonstrou frieza. Ele teria feito um vídeo durante as agressões debochando do sofrimento da vítima e encaminhado para sua ex-mulher.

A mulher que recebeu o vídeo, na época, acionou a Polícia Militar, que foi até a casa do suspeito, no bairro Porto Novo, região sul da cidade.

Foi no imóvel que a PM encontrou o corpo da vítima dentro do porta-malas do carro do jovem e localizou a faca utilizada no crime, roupas, além dos documentos da vítima, muito sangue espalhado por todo local e o olho da vítima no chão da casa.

O assassino tentou fugir, mas foi detido pelas equipes da Polícia Militar. Ele já tinha passagens anteriores pela polícia por furto e roubo.

By srneto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *