Marcello Veríssimo

Subiu para 78 o número de animais resgatados dos escombros da tragédia causada pelas chuvas em Barra do Sahy, na costa sul de São Sebastião, durante esta semana. De acordo com a atualização mais recente que a reportagem do JDL obteve acesso nesta quinta-feira (23) são 40 cães e 22 gatos, que foram encontrados com vida na área do desastre.

Destes animais, 22 cachorros e 12 gatos foram encaminhados ao Instituto Instituto Felipe Becari e serão destinados à adoção.
Outros 16 animais estão abrigados no Instituto Verdescola, que fica naquela região. Em Boiçucanga, 20 animais receberam auxílio do grupo e quatro foram resgatados. De acordo com o balanço, outros dois cães e dois gatos estão internados em uma clínica veterinária.

Além de cães e gatos, que são animais domésticos, animais de diferentes espécies e portes também foram afetados pelos desastres e precisam de ajuda. Quatro gansos, seis patos, uma porca e 21 sapos foram realocados junto aos voluntários do GRAD ( Grupo de Resgate de Animais em Desastres), que também atua nas forças de resgate desde o último domingo (19).

São quatro médicos veterinários e três resgatistas, divididos em duas equipes, que atuam na Barra do Sahy e em Boiçucanga, na costa sul de São Sebastião.

A médica veterinária Carla Sássi, membro fundadora do GRAD, disse aos jornalistas que um dos resgates mais emocionantes foi o da cachorrinha Margarida e da porca Pepa. A médica disse que a família do tutor dos animais teve que fugir de casa às pressas no dia seguinte à tempestade e os animais foram deixados para trás. “A Margarida ficou louca quando ouviu a voz do Brendon. É um local de acesso muito difícil, com muita lama. São 55 minutos de caminhada em um local totalmente arriscado, mas agora Pepa e Margarida estão em total segurança”, disse a médica.

Os animais também precisam de doações que podem ser de alimentos remédio e itens de higiene. As equipes de resgate necessitam de latinhas de patê e ração úmida de cães, vermífugo, comprimidos e coleiras antipulgas, tapetes higiênicos e areia para gatos.

As doações podem ser feitas nas unidades do Poupatempo e estações do Metrô e da CPTM. Os materiais estão sendo encaminhados pelo Fundo Social de São Paulo (Fussp) à Escola Municipal Patrícia Viviani, no bairro Topolândia, em São Sebastião.

By srneto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *