Marcello Veríssimo

Ilhabela será lançada como um dos principais locais para eventos corporativos de São Paulo. Esta é a missão do Convention & Visitors Bureau (IC&VB), em parceria com a Secretaria de Turismo.

O lançamento do destino de Ilhabela para os negócios vai ocorrer no dia 31 de maio, no Espaço Lar Mar, em São Paulo, e será voltado às principais empresas paulistas. O objetivo é colocar o arquipélago paulista, que já é referência de turismo para o público da elite paulistana, no mapa desse segmento, criando um polo de eventos empresariais.

De acordo com o IC&VB, o projeto amplia ainda mais as possibilidades para as empresas que buscam locais para realizar seus eventos fora dos grandes centros urbanos, além de promover mais qualidade de trabalho no segmento institucional.

O novo presidente do Convention Bureau de Ilhabela, Marcio Franco, disse que o principal objetivo é aumentar a ocupação de turistas na baixa temporada de lazer por meio de divulgação e organizar o trade para atender ao turismo de negócios. Ele disse que Ilhabela já possui uma grande estrutura de hospedagem, transfers, gastronomia e outros serviços que são orgânicos na cidade.

Agora, segundo Márcio, a meta é profissionalizar mais a recepção e consolidar esse potencial de atender ao mundo corporativo que está cheio de possibilidades. “O turismo de negócios é um segmento totalmente complementar ao de lazer. Majoritariamente promovido fora do verão e durante os dias de semana, o projeto vai reduzir a sazonalidade, movimentar hotéis, pousadas, espaços de eventos, agências locais de receptivo e todos os serviços utilizados”, garante.

Apresentação – No mês passado, no dia 10 de abril, o Convention organizou uma apresentação do planejamento 2023/2024 que contou com a presença de dezenas de empresários do arquipélago e representantes da Associação Comercial e do Conselho Municipal de Turismo da ilha.

De acordo com o IC&VB, na ocasião, diversas parcerias foram firmadas para que todos fizessem um trabalho em conjunto em busca de potencializar os negócios locais.Também foi discutido o projeto de lei que fomenta a hotelaria sustentável na ilha.

Um dos temas é a criação do IPTU Verde, que prevê descontos no IPTU para os estabelecimentos que investirem em ações em prol do meio ambiente, e que já funcionam em outras cidades do país.

Marcio disse que a intenção é promover um novo nicho que seja sustentável para toda a cadeia turística, atendendo às necessidades sociais, incentivando o crescimento econômico e a preservação da cultura e cuidando do nosso maior bem, que é a natureza de Ilhabela. “Empresas e colaboradores poderão aproveitar as belezas naturais ao mesmo tempo que investem em encontros para fechar negócios e discutir pautas importantes para a economia do estado e do país”.

By srneto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *