Creci-SP constata alta disparidade no valor das diárias do Litoral Norte em relação aos demais municípios litorâneos do estado

DD48B426-E8DA-4A87-AA99-1D15F5CFFBEE

Marcello Veríssimo

O turista que resolver passar o fim de semana prolongado do feriado de Corpus Christi, a partir desta quinta-feira (8), nos municípios da região deve preparar o bolso. Pesquisa do Creci-Sp (Conselho Regional dos Corretores de Imoveis), divulgada neste domingo (4) mostra aumento
de 274,35% nas diárias para a data.

A pesquisa foi realizada em 24 imobiliárias de 12 municípios levando em conta 22 tipos de imóveis diferentes. Destes, 10 estão com preços maiores e sete menores do que no feriado de 2019, quando foi feita a última pesquisa antes da pandemia de Covid-19.

De acordo com o levantamento, em média, os imóveis disponíveis, entre casas e apartamentos, possuem diárias a partir de R$ 150 para um quitinete, por exemplo, em cidades da Baixada Santista até R$ 3, 6 mil em um apartamento de quatro dormitórios nos quatro municípios do Litoral Norte.

Para quem optar pelo meio termo, a pesquisa do Creci-Sp analisou ainda opções de hospedagem com dois dormitórios e diárias por R$ 300,00 em Santos e Guarujá, apartamentos de três dormitórios com diárias a R$ 390 em Itanhaém e Mongaguá.

Esse mesmo tipo de imóvel com três dormitórios no Litoral Norte, segundo a pesquisa, possui diárias bem superiores de até R$2,6 mil, em média.

O presidente do Creci de São Paulo, José Augusto Viana Neto, disse que os preços apurados para esta pesquisa com as imobiliárias são os desejados pelos proprietários dos imóveis. “Mas entre o desejo e a realidade sempre há espaço para negociar uma redução do valor pedido”, disse Neto.

Para Augusto Viana Neto, os proprietários têm interesse em negociar porque é sempre melhor garantir alguma renda do que nenhuma, especialmente em um feriado que está deslocado do fim de semana. ““As imobiliárias e os corretores são os mais aptos a fazer essa mediação com segurança e garantia de que o interessado não vai cair em uma arapuca”.

Cautela – As orientações para locação de temporada permanecem as mesmas. O Creci recomenda “muita cautela e extremo cuidado com ofertas que parecem ser um ótimo negócio e acabam se tornando causa de frustração e prejuízos”.

Caras & baratas – A pesquisa constatou que os quatro municípios do Litoral Norte possuem diárias mais caras em comparação com as demais cidades litorâneas do estado para este feriado.

De acordo com a pesquisa, em sete tipos de imóveis disponíveis para a locação no Litoral Norte, cinco estão com preços ainda maiores do que no mesmo período de 2019, quando foi realizada a última pesquisa.

O levantamento constatou que o maior aumento chegou a 274,35% para os apartamentos de três dormitórios, com diária passando de R$ 975 em 2019 para R$ 2, 6 mil neste ano.

Já o imóvel com a diária mais barata na região é o apartamento de um dormitório, com diária de R$ 348.

A pesquisa revelou ainda que a única diária que ficou mais barata na região foi a de casas com dois dormitórios que baixou 5,26%, de R$ 475 em 2019 para R$ 450 este ano.

A pesquisa Creci-SP foi feita nas cidades de Ubatuba, Caraguatatuba, São Sebastião, Ilhabela, Bertioga, Santos, Guarujá, São Vicente, Praia Grande, Itanhaém, Mongaguá e Peruíbe.

Compartilhe nas Redes Sociais

Outras Notícias