São Sebastião é certificado como ‘Município Resiliente’ pelo Governo do Estado de São Paulo

26062023163426_G

Em cerimônia promovida pela Defesa Civil do Estado na última quinta-feira (22), São Sebastião recebeu o certificado de “Municípios Resilientes”. O evento, que contou com a presença do governador Tarcísio de Freitas, do coordenador Estadual de Proteção e Defesa Civil, coronel PM Henguel Ricardo Pereira, e outras autoridades, teve como objetivo a assinatura de convênios para obras e ações de equipamentos, além da inauguração de obras e entrega do Prêmio Municípios Resilientes.

O Programa “Municípios Resilientes” foi instituído por meio de Decreto Estadual em 2019, com o propósito de incentivar os municípios paulistas a adotarem políticas e ações para a redução de riscos de desastres. Esse programa engloba a avaliação e certificação dos municípios, priorizando o acesso aos recursos públicos da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil para a execução de obras preventivas, obras de recuperação, realização de estudos e aquisição de equipamentos.

São Sebastião, única cidade do Litoral Norte e uma das três cidades da Região Metropolitana, teve a honra de ser certificada como ‘Munícipio Resiliente’, sendo a 82ª cidade entre as 645 do Estado a receber essa distinção. Essa premiação reconhece o compromisso da cidade em implementar medidas efetivas para a redução de riscos de desastres, garantindo assim a segurança e o bem-estar de seus habitantes.

Durante seu discurso, o governador Tarcísio fez questão de mencionar o prefeito Felipe Augusto para cumprimentar os demais prefeitos presentes, destacando a parceria existente com a cidade de São Sebastião, na qual, destacou o trabalho incansável e eficiente que a prefeitura vem realizando no enfrentamento dos desastres ocorridos no início deste ano.

Desde as fortes chuvas de 19 de fevereiro, que resultaram em destruição, deslizamentos de terra, alagamentos e desabamentos, São Sebastião tem enfrentado grandes desafios. Esse evento catastrófico causou comoção nacional, com um total de 64 óbitos, uma pessoa ainda desaparecida e a destruição de 35 quilômetros de infraestrutura. Milhares de pessoas foram obrigadas a deixar suas casas, algumas retornando às suas cidades de origem por meio do programa de recâmbio social. A cidade também providenciou abrigos temporários para outras vítimas, além de famílias que optaram pelo auxílio-aluguel.

As vítimas, que atualmente estão sendo assistidas pelo município e pelo governo do Estado, aguardam ansiosamente suas moradias permanentes. Após quatro meses de trabalho árduo, a construção de mais de 700 casas já está em andamento e a previsão é de que sejam entregues até o final deste ano, um tempo recorde jamais visto no país. Essas habitações seguras, localizadas fora das áreas de risco, proporcionarão dignidade para aqueles que perderam seus lares.

O prefeito ressaltou mais uma vez a importância da parceria entre os governos e reiterou que não medirá esforços para buscar melhorias e desenvolvimento para o município de São Sebastião. “É uma grande honra esse reconhecimento, externo os meus agradecimentos ao Governador Tarcísio que vem trabalhando ombro a ombro com o município e desenvolvendo um papel fundamental para a reconstrução de São Sebastião. O apoio da Defesa Civil é de extrema importância, e todos os trabalhos estão sendo realizados sem medir esforços para que possamos recuperar não só as áreas afetadas, mas também, evitar que novos desastres acometam a nossa cidade”, destacou Felipe Augusto.

Esse evento é um lembrete da resiliência e determinação de São Sebastião e de seu povo para superar a adversidade. A união demonstrada entre as autoridades municipais e estaduais exemplifica a força das parcerias na construção de um futuro mais seguro ao povo sebastianense.

Compartilhe nas Redes Sociais

Outras Notícias