Luxo no mar, luxo em terra: quem são os destaques da 50ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela

WhatsApp Image 2023-07-21 at 08.06.08

Marcello Veríssimo

A 50ª edição da Semana Internacional de Vela de Ilhabela bateu recorde de inscritos com 130 veleiros. As inscrições para as regatas foram encerradas na última terça-feira (18).

As embarcações são de 54 clubes e marinas de todo Brasil, incluindo 12 equipes argentinas, que vão buscar a vitória nas classes HPE30, ORC, Clássicos, C30, BRA-RGS, Bico de Proa, Multicascos e HPE25.

As regatas começam no domingo (23) a tradicional Regata 100 anos – Atrevida por Boreste – Marinha do Brasil, a partir de 12h.
A travessia da Regata 100 anos – Atrevida por Boreste – Marinha do Brasil tem mais de 50 milhas náuticas e contorna a icônica ilha de Alcatrazes.

O organizador da Semana Internacional de Vela de Ilhabela, Mauro Dottori, disse que a cada edição tanto organização quanto o pública testemunha uma variedade impressionante de barcos, que é um dos pontos mais marcantes do evento. ”Cada equipe traz consigo suas técnicas de navegação, estratégias e experiências únicas, tornando a Semana Internacional de Vela de Ilhabela uma verdadeira celebração da modalidade”, disse ele.

Durante a Semana Internacional de Vela de Ilhabela, a organização promoverá regatas de médio e longo percursos, bem como as tradicionais barla-sota, ou seja, disputas entre bóias.

Na próxima terça-feira (25), após a folga do dia anterior, será realizada Regata Eduardo Souza Ramos, em homenagem a um dos maiores incentivadores da vela brasileira.

Fórmula 1 dos mares

Barcos de diversos tamanhos e classes entram nas disputas. O atual campeão geral da SIVI é o gaúcho Crioula, um TP52 que se destaca pela velocidade nas regatas e tem o atleta olímpico Samuel Albrecht como tático, ano passado não teve para ninguém e o título ficou com a tripulação.

Este ano, um dos favoritos é o Botim 44 do Phoenix, que está com Mauro Dottori e Fábio Cotrim, e já parece escalado para retomar o trono.

Os 12 argentinos liderados pelo Katara, do experiente Julian Somodi, estão em número recorde e prometem fazer um clássico sul-americano no Canal de São Sebastião. A equipe é a atual campeã da ORC no Circuito Rolex de Punta del Este.

A última conquista 100% estrangeira da Semana Internacional de Vela de Ilhabela foi do uruguaio Cristabella, que levou o título geral em 2015. Em 2017, o Phoenix também emprestou seu modelo Carabelli 30 ao time argentino do Mad Max de Julián Somodi, que faturou entre os 30 pés.

Compartilhe nas Redes Sociais

Outras Notícias