Elefante-marinho que viralizou nas redes estava bem de saúde e parou para descansar, dizem os especialistas

WhatsApp Image 2023-07-29 at 09.55.22

Marcello Veríssimo

O Instituto Argonauta, em Ubatuba, informou no início da noite desta sexta-feira (28) sobre o estado de saúde do elefante marinho que foram vistos nas praias da região nesta semana.
A equipe do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS) do Instituto Argonauta, monitora desde a última terça-feira (25) a circulação dos animais. Vídeos e fotos do elefante marinho na praia viralizaram nas redes sociais.

O elefante-marinho já foi avistado em praias da região norte de Caraguatatuba, como Capricórnio, Massaguaçu e Mococa e na praia das 7 Fontes, região sul de Ubatuba. A orientação dos especialistas é que a população não se aproxime dos animais.

A equipe recebeu um acionamento de um elefante-marinho entre as praias de Capricórnio e Massaguaçu, em Caraguatatuba, no dia 25. De acordo com os especialistas, o elefante marinho estava bem e descansando, depois retornou para o mar.

Um dia depois, na quarta-feira (26), o animal foi visto na Praia das Sete Fontes, em Ubatuba. Ao ser informada sobre o caso, a equipe de atendimento veterinário do Instituto Argonauta foi até o local e observou o animal. De acordo com os veterinários, ele estava bem, com um bom escore corporal, apresentando alguns arranhões dentro da normalidade do comportamento de deslocamento dessa espécie. Assim como no caso anterior, o elefante marinho voltou ao mar no fim de tarde e não foi mais visto.

O Argonauta informou que a espécie vista é um elefante-marinho (Mirounga leonina) macho juvenil, com cerca de 3 metros de comprimento.

A espécie costuma passar a maior parte de suas vidas nas ilhas subantárticas e também na Patagônia Argentina.

Compartilhe nas Redes Sociais

Outras Notícias