No final da tarde de terça-feira (7), o prefeito de Ubatuba, Marcio Maciel (MDB), recebeu em seu gabinete a visita de dois empresários japoneses. Eles foram acompanhados pelo secretário de Turismo de Ubatuba, Sérgio Carvalho.

Naturais de Tokio, no Japão, Rodney Nakashima e Matsuda Toshimitsu permanecem em Ubatuba até esta quinta-feira, 9. O objetivo desse intercâmbio é que os empresários possam conferir de perto a cidade, visando analisar investimentos no segmento do Turismo, principalmente em setores como hotelaria, gastronomia e participação da licitação do receptivo turístico em micro-ônibus elétricos.

“O encontro foi bastante promissor. Durante a reunião com o prefeito, já ficou acertado o retorno deles a Ubatuba para a segunda quinzena de dezembro. Além dos próprios interesses, a ideia é trazer outros empresários para investir em outros segmentos também”, comentou Carvalho.

City Tour Experience

Ainda de acordo com Carvalho, a vinda dos japoneses foi atraída pelo projeto do City Tour Experience, cuja implantação está sendo projetada em Ubatuba.

“Essa informação despertou o interesse deles assim que chegou ao Japão, por meio de nosso networking. Por isso, eles vieram conferir a estrutura. Toshimitsu é proprietário de uma das grandes empresas de serviços no Japão e já estava analisando investimentos fora do país. A partir desse nosso contato, escolheram Ubatuba como foco dessa oportunidade”, explicou o secretário.

Foram apresentados diversos projetos do segmento do Turismo e a escolha do City Tour foi motivada pela familiaridade com as novas tecnologias, visto que os ônibus utilizados serão elétricos abastecidos com energia solar, além de promover a sustentabilidade.

“Trata-se de um serviço diferenciado e inédito, pois não existe modelo semelhante no Brasil. Faremos um chamamento outorga de exploração e o edital para concorrência deve ser lançado no final de novembro”, pontuou Carvalho.

Mais sobre o projeto

O objetivo do City Tour Experience é atender a demanda turística, proporcionando conhecimento sobre os equipamentos, pontos turísticos e estrutura da cidade. Ao todo, a iniciativa prevê oito rotas dentre os 100 km de costa e o edital exigirá, para este serviço, motoristas e guias bilingues. A previsão é que a média do ticket para o passeio seja em torno de R$ 70 reais e a previsão, segundo Carvalho, é que a implantação da fase de teste aconteça até maio de 2024.

By srneto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *