Marcello Veríssimo

Diante da incerteza do futuro e da força do presente, moradores da Vila Sahy, na costa sul de São Sebastião, voltaram a realizar protestos em defesa de suas casas na tarde deste domingo (10). Desde a semana passada, o bairro está no centro de uma nova polêmica depois que a PGE (Procuradoria Geral do Estado) determinou a desocupação da área e a demolição de 893 imóveis que estariam em área de risco.

A “Caminhada pela Paz” uniu a comunidade em um protesto pacífico por um mesmo objetivo. De acordo com os moradores, o governo estadual quer a demolição de 893 imóveis sob a alegação de risco de desabamento e deslizamento de terra.

A Vila Sahy foi o epicentro da tragédia após a tempestade que devastou a costa sul do município em fevereiro. 64 pessoas morreram.

A reportagem recebeu vídeos do protesto com os moradores levando faixas, cartazes, entoando palavras de ordem e orações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *