Marcello Veríssimo

A FAB Força Aérea Brasileira) retoma nesta quarta-feira (3) as buscas ao helicóptero que desapareceu no último dia 31, a caminho de Ilhabela para a virada do ano. Nesta terça-feira (2) as buscas não tiveram sucesso.

De acordo com a Força Aérea Brasileira, as investigações apontam para a possibilidade da aeronave, que decolou do Campo de Marte, ter caído na região da Serra do Mar, na altura de Caraguatatuba.
O helicóptero Robinson decolou no início da tarde do dia 31 de dezembro com destino a Ilhabela. A tripulação era formada pelo piloto e três amigos.

O último contato com o Campo de Marte aconteceu pouco depois das 15h.

O gestor do PESM (Parque Estadual da Serra do Mar), em Caraguatatuba, Miguel Nema, disse estar em contato com a Força Aérea Brasileira e começou uma equipe à disposição para também ajudar nas buscas como apoio por terra.

A área indicada como sendo o local do acidente possui mata muito densa. Antes do acidente, a jovem Letícia Ayumi Rodzewics Sakumoto, 20, mandou um vídeo para o namorado com medo do tempo que estava muito muito nublado.

De acordo com os especialistas em aviação, o Robinson pertencia a uma empresa de táxi aéreo e não tinha condições para voar nessas condições, a aeronave acabou sendo “trancada” pelas nuvens.

A identidade do piloto ainda não foi divulgada pela FAB (Força Aérea Brasileira).

O passeio foi um acerto entre amigos, não sendo uma viagem oficial de táxi aéreo como já foi revelado pelas investigações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *