Marcello Veríssimo

Um incêndio no aterro sanitário conhecido como “lixão do Barranco Alto” assustou os moradores da região sul de Caraguatatuba no início da noite deste sábado (10) de Carnaval. A reportagem do JDL foi a primeira a mostrar a insatisfação dos moradores com a existência do aterro há aproximadamente 2 anos.

O local, que fica na travessa Jordão Pedro, 290, atrás da casa da moradora Lisa Aranha, que denunciou a existência do lixão para o JDL. No incêndio deste sábado, Lisa disse que não tinha conhecimento até ver o fogo de dentro do carro, na estrada, quando ia para o desfile do Bloco das Piranhas, destaque do sábado na região central da cidade.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o fogo começou por volta das 16h30 e consumiu cerca de 7 mil metros quadrados. Ninguém ficou ferido.

Durante o rescaldo do incêndio, mesmo com o fogo extinto, ainda existiu a necessidade de monitoramento contínuo do local em razão da grande quantidade de material plástico. O fogo foi completamente extinto às 12h15 deste domingo (11).

Para se ter uma idade de como a situação no local é preocupante as montanhas de lixo ultrapassam 10 metros de altura e podem ser vistas da rodovia.

O lixão fica perto de uma estação de tratamento de água da Sabesp, de residências, escolas, creches e do Juqueriquerê.

A Cetesb (Agência de Saneamento Ambiental do Estado) já multou a Prefeitura de Caraguatatuba pelo menos seis vezes.

By srneto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *