Marcello Veríssimo

A SSP-SP (Secretaria Estadual de Segurança Pública de São Paulo) divulgou nesta segunda-feira (26) as estatísticas de ocorrências criminais correspondentes ao mês de janeiro deste ano.

De acordo com os dados, os municípios da região registraram aumento nos registros de casos de latrocínio, estupros, roubos e de furtos. Já os casos de homicídio e tentativas de homicídio caíram.

As quatro cidades da região, juntas, contabilizaram cinco homicídios, cinco tentativas de homicídios, um latrocínio, que é o roubo seguido de morte, além de 26 estupros, 121 roubos e 525 furtos.

Em janeiro de 2023, foram registrados seis homicídios, nove tentativas de homicídios, nenhum latrocínio, 14 estupros, 90 roubos e 511 furtos.

A liderança entre o status de cidade mais violenta da região continua entre Caraguá e Ubatuba.

No mês de janeiro, Caraguatatuba registrou um assassinato, quatro tentativas de homicídio, além de oito estupros, 47 roubos e 191 furtos.
Em Ubatuba, foram dois homicídios, três tentativas de homicídio, sete estupros, 47 roubos e 157 furtos.

São Sebastião também tem o registro de dois assassinatos e uma tentativa, além de oito estupros, 22 roubos e 113 furtos.

Ilhabela continua sendo a cidade da região com menos homicídios e tentativas de homicídio. O arquipélago não tem registro de ambos os crimes em janeiro deste ano.

Em compensação, a cidade registra três estupros, cinco roubos e 64 furtos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *