Marcello Veríssimo

A classificação para a maior competição esportiva do mundo é boa, mas com emoção é melhor. Foi o que aconteceu com o tricampeão mundial de surfe, Gabriel Medina, que é de Maresias, na costa sul de São Sebastião e agora se prepara para conquistar as Olimpíadas de Paris.
De acordo com os comentaristas de surfe, a vaga chegou com muita emoção após o caiçara conquistar o título individual e por equipes do ISA Games em Porto Rico, no último fim de semana. Medina fechou a competição com uma nota 16.40 na bateria final.

Os prognósticos mostram que o surfista de Maresias tinha um cenário complicado na bateria decisiva, mas acabou saindo tudo bem.

Medina precisava vencer a bateria e torcer para o marroquino Ramzi Boukhiam ficar em segundo, empurrando os franceses Kauli Vaaste Joan Duru para terceiro e quarto.

Dito e feito! Foi exatamente o que aconteceu. “Não sabia se minha vaga chegaria, mas eu tinha uma chance para dar o meu melhor. Se eu não fosse alguém iria no meu lugar”, disse Gabriel. “É isso, nós somos uma equipe. Acredito que todo mundo tem esse espírito e isso ajudou muito. Então eu tenho que agradecer a toda a equipe. Todos trabalharam muito, nos bastidores também. Isso é incrível”, disse Medina aos jornalistas depois da vitória.

Além de Gabriel, o surfista de Ubatuba, Filipe Toledo, que é o atual campeão do mundo, e João Chianca também garantiram suas vagas. “O surfe brasileiro está tendo muita atenção, estão nos tratando muito bem. Como atletas, como profissionais. Me deram todo o suporte. Estou muito grato pela oportunidade”, disse Medina.

Equipes

A terceira vaga só viria se o país ganhasse a competição por equipes no ISA, que é definida pela soma dos pontos dos três surfistas de cada país no torneio.

Filipinho acabou em 16º lugar e levou 413 pontos. Yago Dora, que também brigava pela vaga olímpica, terminou em 8º lugar e somou mais 528.
Gabriel Medina, que é apontado como um dos favoritos à medalha olímpica, somou 1.000 pontos com o título e a pontuação final dos brasileiros foi de 1.941.

A segunda colocada foi a equipe da França, que realizou uma competição quase perfeita. A equipe finalizou com 1.900 para os vice-campeões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *