Marcello Veríssimo

Após pressão popular, o prefeito de Ubatuba Márcio Maciel (MDB) foi às redes sociais nesta quinta-feira (7) para dizer que vai vetar o projeto de lei aprovado na última terça-feira pela Câmara Municipal.

De acordo com o PL, a partir de janeiro de 2025 os salários do prefeito, do vice, dos secretários e vereadores, serão reajustados.

O prefeito disse que o projeto foi uma iniciativa da Câmara e não partiu do gabinete do chefe do Executivo. “Não pedi para os vereadores aumentarem os salários do prefeito, vice, secretários e vereadores. Não concordo com o aumento”, disse o prefeito. “Estamos passando momentos difíceis na cidade. Vindo para o gabinete irei vetar essa lei”, completou.

Desde o anúncio da aprovação do PL, a sociedade civil já organizou dois abaixo assinados on-line para suspender os aumentos.

Pelo projeto, aprovado por maioria de votos, somente o salário do prefeito teria aumento de 86,6%, praticamente dobrando os atuais vencimentos de R$ 15 mil para R$ 28 mil.

O aumento nos salários dos secretários seria ainda maior, de 133%. O salário dos vereadores teria aumento de 29, 2%.

O PL também concederia direito a férias de 30 dias, com acréscimo de 1/3 de adicional constitucional e 13º salário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *