Marcello Veríssimo

Aumento nos casos de doenças respiratórias já começam a aparecer nas Unidades de Pronto Atendimento nas cidades da região. A alta de pacientes tem deixado as UPAs lotadas em Caraguatatuba e São Sebastião, onde a reportagem do JDL esteve na tarde desta segunda-feira (25).

Para se ter uma ideia, em Caraguá, dados divulgados pela Organização Social João Marchesi, gestora das UPAs nas regiões centro, norte e sul da cidade mostram aumento de 30% no total de atendimentos nas últimas semanas.

De acordo com a OS, o aumento de registros se deve às notificações suspeitas nos casos de COVID-19, dengue e gripe. Isso faz mais pacientes procurarem atendimento com sintomas dessas doenças causando colapso nas unidades.

Os números mostram que na UPA do Centro de Caraguá o pico de atendimentos foi registrado na semana passada com 1,8 mil pessoas em apenas um dia. A data não foi divulgada.

De acordo com a secretaria de Saúde, Caraguá tem recebido pacientes de outras cidades da região e também do Vale do Paraíba.

A pasta informou aos jornalistas que deve anunciar medidas para melhorar o fluxo de atendimento nos próximos dias.

A pasta lembra ainda que é importante os pacientes estarem com a carteira de vacinação em dia, principalmente com as vacinas contra a Covid e a gripe, que começa a ser aplicada nesta terça-feira (26).

By srneto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *