Marcello Veríssimo

Ilhabela não registrou nenhum homicídio ou tentativas de homicídio durante o primeiro bimestre deste ano. Os bons índices de ocorrências criminais constam nos dados estatísticos divulgados nesta segunda-feira (25) pela SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública) de São Paulo.

As estatísticas correspondem às ocorrências do mês de fevereiro. Ainda em Ilhabela, de acordo com os dados, no período foram 118 furtos, seis estupros e seis roubos a mão armada.

Ao todo, a região registrou seis homicídios nos dois primeiros meses de 2024, além de 11 tentativas de homicídio, um latrocínio, que é o roubo seguido de morte, 40 estupros, 180 roubos, três roubos de veículos e 944 furtos.

A recordista em assassinatos segue sendo Caraguatatuba.

Foram três assassinatos, sete tentativas de homicídio e um latrocínio no primeiro bimestre deste ano.

De acordo com os números, Caraguá também registrou o maior números de roubos com 74, 11 estupros, 364 furtos e três roubos de veículo.

Ubatuba também começou o ano com violência. Desta vez, o crime com maior número de ocorrências no período foi o estupro com 13 casos.

No período, de acordo com os dados, foram registrados dois homicídios e uma tentativa de homicídio na cidade, além de 67 roubos a mão armada e 270 furtos.

Entre os meses de janeiro e fevereiro não foi registrado nenhum roubo a veículos em Ubatuba, segundo a SSP-SP.

Em São Sebastião duas pessoas morreram assassinadas no primeiro bimestre deste ano. A cidade também registrou três tentativas de homicídio, 33 roubos a mão armada, 10 estupros, dois roubos de veículo e 192 furtos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *