Marcello Veríssimo

Dados do Censo 2022, divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgados na semana passada, confirmam uma realidade que os moradores do Litoral Norte, principalmente os menos favorecidos, conhecem muito bem: as cidades da região ainda carecem de melhorias em saneamento básico, além do abastecimento adequado de água e tratamento de esgoto.

De acordo com os moradores ouvidos pela reportagem nesta segunda-feira (8), os próximos prefeitos terão que priorizar o assunto. “Água é vida! É inadmissível que ainda existam pessoas que não tem nem este direito básico, que não é gratuito, garantido”, disse uma moradora de São Sebastião, que pediu para não ser identificada.

De acoddo com o Censo, Ilhabela é a cidade da região com o maior percentual de moradores nessas condições.
Os números mostram que quase 2.300 moradores de Ilhabela não tem saneamento básico, o que representa 6,56% da população total. A cidade possui uma população estimada em quase 35 mil pessoas.

A gestora ambiental, Gilda Nunes, que mora no sul do arquipélago disse que já ficou uma semana sem água nas torneiras de casa. Além disso, ela disse que tentou até diminuir o consumo para não prejudicar o abastecimento.

Monopólio

Uma das alternativas da população é contratar caminhões-pipa quando falta água. Mas, segundo a gestora ambiental, apesar de ser uma empresa terceirizada, a própria empresa também compra a água da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico de São Paulo).“A gente compra essa água de uma empresa particular, que faz a distribuição, mas ela compra da própria Sabesp, que deveria estar nos abastecendo”, diz ela.

De acordo com o IBGE, além de Ilhabela, São Sebastião é a segunda cidade da região com falta de saneamento básico com 6,39% da população e Ubatuba aparece em quarto lugar com 4,42%.

Investimento

A Sabesp informou que nos últimos cinco ano investiu cerca de R$ 32 milhões em obras de saneamento na ilha.

De acordo com a Sabesp, importantes obras deve saneamento devem avançar até o final do ano como a primeira etapa da implantação do sistema de abastecimento de água no bairro Água Branca, na região central, além de previsão do
início das obras de ampliação do sistema de esgotamento sanitário no Curral e Praia Grande, ambas no sul da ilha.

A Sabesp informou que também pretende reformar os sistemas de Siriúba, Ponta da Sela e Itaquanduba serão reformados.

Ainda de acordo com a companhia, os sistemas de abastecimento de Caraguatatuba, São Sebastião e Ubatuba também serão melhorados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *