Marcello Veríssimo

Usar a boa fé das pessoas para obter vantagens e aplicar um golpe. O bom e velho estelionato, mais uma vez, fez vítimas na região. A Polícia Municipal de São Sebastião prendeu, no início da tarde desta segunda-feira (8) uma quadrilha acusada de aplicar o chamado “golpe da fé”, em um idoso de 78 anos, próximo a UPA na região central do município.

De acordo com a polícia, o golpe funciona assim: fragilizada por suas condições de saúde, a vítima aceita orações de cura, que são oferecidas pelos criminosos e acaba caindo no golpe. Foi o que aconteceu com o idoso em São Sebastião.

Ele contou à polícia que foi chamado pelo nome por um dos bandidos, que ofereceu a oração de cura desde que o idoso entrasse em um carro onde estavam os outros três comparsas.

De acordo com a vítima, já dentro do automóvel, os criminosos solicitaram o cartão bancário com a senha anotada para que a vida do idoso prosperasse. Mas o golpe estava apenas começando.

Os bandidos embrulharam o cartão em uma folha de papel, pediram R$2 mil e que o aposentado cuspisse na folha. Ao abrir o papel, segundo a polícia, apareciam manchas vermelhas dando a entender que eram manchas de sangue. Nesse momento, os golpistas disseram que havia um “trabalho” feito contra o senhor e que “quebrariam” a maldade feita contra ele.

Na sequência, os bandidos devolvem o embrulho com um cartão quebrado, como se fosse do entregue pela vítima, mas que o embrulho só poderia ser aberto dias depois. Com o golpe descoberto, ao serem presos, um dos estelionatários ainda tentou subornar os policiais com R$ 40mil e também deve responder pelo crime de corrupção ativa.

O golpe foi descoberto por meio das câmeras do COI (Centro de Operações Integradas) da Prefeitura de São Sebastião que flagraram o momento que o idoso foi abordado e entrou no carro suspeito.

De acordo com a polícia, foram apreendidos com os bandidos R$ 1,8 mil, três carteiras com cartões de banco, um crucifixo, um terço, uma bíblia, tinta vermelha, duas seringas e quatro telefones celulares, que serão periciados.

A Polícia Civil vai investigar o caso, pois existe a suspeita que mais idosos tenham caído no golpe. A quadrilha foi presa e permanece à disposição da Justiça.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *