Servindo de “mula” para o tráfico, mulheres são detidas entre as visitas no CDP de Caraguá

cff7e792-d063-4e39-a58b-b67c7616f744

Marcello Veríssimo

Duas mulheres foram detidas neste domingo (23) tentando entrar com maconha e haxixe para entregar aos seus companheiros que estão presos no CDP “Dr. José Eduardo Mariz de Oliveira”, em Caraguatatuba.
De acordo com a SAP (Secretaria de Administração Penitenciária), as duas foram surpreendidas durante a revista para acessar os presos.

A primeira mulher, 33, confessou para as agentes penais que escondia entorpecentes em seu corpo. Ela retirou voluntariamente um invólucro da área íntima e entregou para as policiais.

De acordo com a polícia, o pacote continha 27 gramas de haxixe, além de uma folha de papel com droga sintética não identificada.

O segundo caso, envolveu uma jovem de 20 anos que também serviu de mula para levar maconha para detento. Conforme a polícia, sem saída, ela também retirou a droga das partes íntimas e entregou para as funcionárias do CDP. Neste caso, a “mula” levava 20 gramas de maconha e uma folha de papel com droga sintética não definida.

Como de praxe, as duas mulheres foram levadas para a delegacia onde foi registrado o boletim de ocorrência e devem ter seu nome retirado do rol de visitas ao CDP.

Compartilhe nas Redes Sociais

Outras Notícias