• Marcello Veríssimo

    Moradores e turistas que visitam Caraguatatuba denunciam a violência no trânsito da cidade nesta época do ano. O alerta foi postado em um grupo mas redes sociais do município durante este domingo (20).

    A turista Sueli Callegari, de Santa Bárbara do Oeste, que possui casa há 27 anos na cidade, conta que em três dias duas pessoas foram atropeladas e morreram no o trecho da rodovia Rio-Santos, no bairro Cidade Jardim, próximo da Martim de Sá, a praia mais procurada da cidade.

    O trecho é bastante conhecido e fica em frente a uma unidade do supermercado Laticínios Litoral. De acordo com os comentários, os pedestres estavam na faixa de pedestres. “E ninguém toma providências, tiraram todos os radares da rodovia, um descaso com a vida das pessoas, que precisam atravessar a rodovia”. “Quando tinha radar aqui não aconteciam tantas mortes”, diz a turista.

    Para o internauta Alexandre Cases trata-se de uma situação complicada. “Os turistas não respeitam a velocidade e a faixa de pedestres. E nós moradores passamos várias vezes, sem sinalização, muito triste”. Para ele, radar não é o suficiente. “De nada adianta. Só toma dinheiro do motorista e não educa, semáforo é a solução”.

    Em aproximadamente 1 hora o post obteve 50 reações e dezenas de comentários. O perfil Consta Pilot comentou que considera “uma vergonha que o poder público, seja a prefeitura, o estado ou a união não instalem passarelas e prefiram instalar lombadas que causam congestionamentos gigantescos e dificultam a locomoção de todos, inclusive do transporte público”.

    Outro Lado 

    A reportagem do JDL entrou em contato com a Prefeitura de Caraguatatuba, mas não obteve retorno.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.