Marcello Veríssimo

A Câmara de Vereadores, em Caraguatatuba, aprovou um dos maiores orçamentos para o ano de 2023 na região. A estimativa é de R$ 1,4 bi e foi aprovada em 1ª votação durante a sessão ordinária do Legislativo no dia 22 de novembro pela proposta da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2023.

Em definitivo o projeto de lei que estima a receita e fixa as despesas do município para o próximo ano foi aprovado, por maioria de votos, no dia 29 de novembro causando revolta e comentários contrários nas redes sociais.

Mas a Câmara de Caraguá informou que promoveu duas audiências públicas híbridas, ou seja, no formato presencial e online para promover o debate sobre o orçamento do próximo ano entre os dias 9 e 16 do mês passado. A Secretaria de Planejamento Estratégico e Desenvolvimento também realizou três audiências públicas presenciais para ampliar o debate da da LOA entre os dias 22, 23 e 24 de agosto, nos bairros Indaiá, Massaguaçu e Travessão.

A reportagem do JDL acompanhou a repercussão sobre a aprovação do orçamento nos últimos dias. De acordo com os internautas, tais audiências não foram suficientes para o esclarecimento da população. “Cidade jogada às traças, aquela rodoviária é impossível ficar ali depois das 18 horas esperando ônibus muitos moradores no local a sujeira é nojenta, as ruas da cidade estão sujas cheias de mato e não se vê ninguém varrendo, enfim infinitas coisas a fazer”, comentou uma internauta.

A Lei Orçamentária Anual prevê a receita de R$ 1.420.686.254,00 para o ano que vem. De acordo com as destinações obrigatórias para este dinheiro R$ 392.285.916,00 para Educação e R$ 262.079.776,00 para a Saúde, além da destinação de até 6% desta receita para manutenção do Legislativo. Nas outras secretarias serão destinados R$ 726.105.198,00.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *